Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

02
Jan18

Se algum dia pensaram que o vosso karma é maior que... atentem.

Maria

Eu já gostei muito de curtir passagens de ano por aí.

Eu já gostei ainda mais de curtir passagens de ano em casa de amigos.

Eu gosto de curtir as passagens de ano em casa.

A grande diferença das outras para a primeira é que, consegues contar com quem vais passar a passagem de ano, com quem vais partilhar aqueles momentos. Com quem vais fazer um brinde. Quem te vai dar o champanhe e quem te vai ver dançar. 

A ultima passagem de ano que passei fora,  foi pouco depois do fim de um  relacionamento. Nem era para ser, mas naquele ano tudo o que eu queria era espairecer. Ver caras novas. Dançar até de manhã divertir-me com os meus amigos mas também com pessoas novas.

Ora o meu karma que é fiel presenteou-me com, a meio de uma dança onde tudo contagiava o meu sorriso aparecesse aquela figura. A ultima que eu queria ver naquela noite. Naquele lugar que eu tinha escolhido para "não lembrar". Sim, exactamente, era ele mesmo, ali bem na "primeira fila da plateia" a sorrir.

Não saí a correr por ali fora, embora no primeiro momento tenha pensado que fosse o melhor. Mas não.  Ignorei e dancei ainda mais. Não liguei a sorrisos, a olhares e nem mesmo às mensagens. Ali mesmo tudo foi normal. Até que cheguei a casa e achei aquela noite um desperdício. Não a aproveitei como queria, não consegui. Fugi e encontrei coisas que me estragaram a noite, no fundo.

Às  vezes lembro-ME  porque comecei a gostar bem mais de outro tipo de passagens com acessos mais restritos e com a certeza que as pessoas que vão estar  ali ao lado no inicio de mais um ano são as minhas pessoas.

Este ano a passagem de ano foi em casa e depois dei um salto a casa de amigos. Foi boa. Passei com quem me diz muito.

Por momentos consigo quase pensar "hummm eu consigo criar uma espécie de bolha e juntar só os bons", mas depois...

Depois no primeiro dia do ano quem se lembra de me desejar bom ano? Pois...

Karma, certo?!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D