Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

10
Abr14

Em dia dos Irmãos!

Maria

Quando nascemos não vimos programados, se calhar um dia, mas hoje ainda não. Tão só por isso nem tudo o que vem de sangue é o que durante a vida nos é mais próximo. A vida molda-nos, moldando aquilo que pelas regras da vida está imposto numa lista. Às vezes seguimos outras tantas nem por isso. O grau de parentesco já há muito que deixou de ser o mais importante na caminhada da vida e na construção do nosso eu. Não é para todos, mas para muitos. É claro que se tenho quem me é mais amigo fora os laços de sangue será mais importante. Já tive uma amiga e uma prima a casarem no mesmo dia. Seria injusta para comigo mesma se optasse pelo casamento da prima que raramente mantenho contacto ao invés de ir ao da minha amiga que partilhávamos o dia-a-dia. Para muitos é inconcebível para outros tantos é igual ao litro para mim é dar importância a quem faz parte do meu eu, independentemente do sangue que nos corre nas veias.

Agora quando falo de irmãos, oh pá dá-me cá dentro um nó. Isto de irmãos viverem de costas voltadas, de não se falarem, de se anularem uns aos outros, de não conviverem, dá-me urticária. Talvez por sempre ter tido uma relação com o meu irmão assim pra lá de espectacular. Talvez por desde pequenos e com uma diferença de idade de sete anos termos passado por fases difíceis em que era como o cão e o gato, mas sempre juntos. Talvez por o meu irmão, sendo o mais velho nunca me ter deixado para trás, nunca ter deixado de me levar com ele para sair, nas férias, para o grupo de amigos dele que passou a ser também o meu, mesmo com esta diferença de idade. Talvez por nunca termos falhado um com o outro, por não deixarmos de ser os melhores amigos e arranjar desculpas para as nossas asneiras. Talvez por termos ultrapassado o “trauma” de que sempre me tirava as cabeças dos nenucos e eu sempre fazia de tudo para lhe destruir os carros. Talvez por sempre que me chateavam ele estava lá a proteger e porque apesar de mais nova impunha-me quando lhe queriam tirar a razão. Talvez por quando ele teve que sair de cá, nós estarmos na idade em que eu já não precisava dele para sair mas com ele é que fazia sentido. Eramos do mesmo grupo quem faltava fazia falta, então o meu irmão.. Talvez por estarmos há já alguns anos a lutar diariamente com esta cena chata da distância que mói. Talvez por ainda hoje falarmos todos os dias e talvez por ainda hoje a protecção mutua se sentir.

Enfim o que eu tenho a dizer é que o meu irmão tem uma sorte tremenda em ter-me como irmã, no entanto o sentimento é recíproco. ♥

[sim, eu ia puxar-lhe a orelha :) ]

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

subscrever feeds