Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

07
Mai21

Desafio de escrita dos pássaros 3.0

Tema 1: Foi o que ouvi...

Maria

desafio passaros.JPG

 

Na verdade, cada um tem a sua história e ninguém sabe o que lá vai dentro. Mas foi isso que aconteceu.

- Mas matou-se mesmo?

Sim. Matou-se. E temos todo um lugar em consternação. Primeiro ninguém supôs quem tivesse sido, depois a trágica notícia caiu que nem uma bomba para todos os que a conheciam.

- Ainda estamos parvos. Qual seria a razão para tal?

É fácil criar burburinhos depois de as coisas acontecerem. Principalmente sobre alguém que jamais se imaginasse que tivesse esse desfecho... aparentemente tudo estava bem. Boa família. Vida organizada. Mas aconteceu... Até à hora, diz-se, fez a sua vidinha normal, foi aos sítios onde tinha marcado ir, esteve com quem tinha combinado, mas depois parece que disse vou ali e já venho...

- Seria depressão?

Pois... aquela doença que tanta gente luta e que por quem passa ao lado não acredita, desvaloriza... há até quem diga que são manias. Lamentável! Mas na verdade pode ter sido. É claro que isto são suposições, e sabes como é o diz que disse... mas não querendo acrescentar mais um ponto pode muito bem ter sido isso. Parece que nunca tinha falado em tal, mas se calhar lá dentro já era algo que podia estar na cabeça dela. Ou então foi um acto irreflectido.

- Assim do nada?

Como assim do nada? Uma pessoa de fora nunca sabe se é assim do nada. Cada um tem a sua história e só a pessoa sabe o que lá vai dentro. Podemos supor o que quer que seja. Pode inventar-se mil e duas coisas. Pode até não se perceber de todo. Mas só a pessoa saberá o que a levou a tal passo. O que a fez achar que seria a melhor opção. Ou a única vá.

- Acabar com a própria vida nunca é a melhor opção!

Mas isso é o que pensamos quando estamos cientes disto que é especial - viver. E quando não estás? Vivemos tempos difíceis psicologicamente. E com certeza há muitas pessoas que precisam de ajuda e que não chegam sequer a pedir. É importante trabalhar isso. É importante partilhar mais a mensagem que há tratamentos, ajuda psicológica e a sociedade tem que estar mais receptiva nisso. Em olhar mais o outro. Em não desvalorizar quem pode estar a sofrer muito com isso e a incentivar qualquer pessoa a ter a coragem de aceitar o que lhe está a acontecer e que há quem lhe possa dar a mão.

Mas vai na volta não foi disso. Não posso confirmar. Sabes como é.

 

[de volta aos desafios da passarada depois de ter entrado nos dois primeiros e bem, para voltar a entrar é porque a experiência só foi positiva]

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub