Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

15
Jan16

A vida é muito mais que andar de braços fechados.

Maria

insta2.jpg

Um dia destes num jantar de uma amiga, haviam pessoas que conhecia bem outras menos. Calhou de ficar sentada à beira de pessoas com quem me dava melhor, mas também entre a minha melhor amiga e outra pessoa que nem por isso temos grande afinidade. Melhor dizendo, convivência, porque era daquelas pessoas que não tenho nada contra apenas não pertencíamos ao mesmo grupo. Mas ficou ali ao meu lado. Mesmo no canto da mesa, ou falava comigo ou com a pessoa da frente. Quando achei que ela não ficaria de todo bem situada, foi precisamente o contrário. Já depois de eu e a minha amiga nos levantarmos da mesa para vir cá fora e como ela estava ali ao lado, não consegui não a convidar. Até porque gostava que me fizessem o mesmo se em "minoria" estivesse eu. Falamos, rimos muito, trocamos contactos, saímos dali juntas. E ainda fomos todas para a night. Às vezes as pessoas não têm noção do quanto podem perder por não serem simpáticas. Por não se darem a conhecer e por criarem muros que às vezes nem existem. Não é fácil quando te juntas a um grupo que já está mais ligado se se esquecerem na maior parte do tempo que tu estás ali. Aquilo vai marcar. E numa próxima vez se calhar nem vais porque não gostaste da ultima experiência. Eu tento sempre que as pessoas se juntem, que se divirtam todas. Às vezes só é preciso um "anda daí junta-te ao pessoal vamos dançar". Pequenas coisas dão grandes noites, esta foi sem dúvida uma delas. Novas pessoas, novos conhecimentos. A vida é muito mais que andar de braços fechados. Num destes jantares, fiquei sentada de frente para uma pessoa que não falava, devido a "atritos" de alguns anos atrás com terceiras pessoas. Ora num jantar que estás ali para te divertir à partida, nem sentes que te seja lá grande coisa logo para começar, no entanto, falamos o que nunca tínhamos falado e a coisa até correu bem. Muitas vezes temos ideia de uma pessoa que muda completamente ao conviver com ela. E cada vez mais tenho a prova disso e nunca gostei de julgar pessoas sem ter um único contacto mais próximo com elas. Não fosse eu e a minha melhor amiga não termos ido com a cara de uma da outra quando nos conhecemos e agora somos unha e carne. A vida ensina-nos. Todos os dias. E estamos aqui é para aprender. Julgar menos, emprenhar menos pelos ouvidos e conhecer mais.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

subscrever feeds