Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Faceweek*

faceweek29.11..jpg

 

A semana passada não podia ter começado da melhor maneira. Foi o dia do pijama e mais uma vez a professora de zumba quis juntar-se ao movimento e propôs fazer a aula de pijama. A aderência foi total e foi muito giro. Voltou o frio em grande, a neve na serra e o gelo por cá. Aproveitar os raios de sol, o gorro novo e a preguicite que aparece com este tempo mais frio. No domingo houve mousse de chocolate com after eight para tornar o dia mais doce.

Mais pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

Força Chapecoense!

Nunca há muito a dizer sobre tragédias. Ficamos boquiabertos, não queremos acreditar e rezamos a todos os santinhos pensando como é possível?

Na verdade, há um destino daqui a uns segundos que nos é completamente desconhecido. A todos. Mas há tragédias que ceifam vidas desta maneira que nos deixam assim sem muitas palavras.

E depois surgem os vídeos, os sorrisos, as palavras e o sonho. O sonho que era estarem ali....

O pensamento é um só, que a força esteja com a família de todos os que perderam a vida neste trágico acidente de avião, com a família, mas também com os amigos, com os adeptos que viviam também o sonho, com todos os outros que pertenciam à equipa. Não perdem um amigo, perdem vários de uma vez só. Muita força para os sobreviventes, que consigam recuperar e que tenham paz no coração. Porque não lhes imagino a dor. Só a sorte. Independentemente de tudo, sobreviver a um acidente de avião é quase um milagre.

"Avião despenha-se na Colômbia, seguiam 22 futebolistas da Chapecoense, 28 dirigentes, membros da equipa técnica e convidados, 22 jornalistas e nove tripulantes.

Na aeronave estavam 81 pessoas, das quais terão sobrevivido seis, três jogadores, dois tripulantes e um jornalista."

 

Vivo num país #2

Em que uma pessoa mata-se a trabalhar para poupar dinheiro para comprar um carro. Depois de comprar um carro vem uma personagem que o rouba tirando-nos muito mais que um carro, anos de vida a trabalhar e a poupar para ter algo nosso do qual precisamos na maioria para trabalhar. Mais tarde, na grande maioria das vezes essas personagens não são identificados e dos carros nem rasto, outras vezes, essa alegada personagem é identificada e o que é que lhe acontece? Nada. Ficam constituídos arguidos com termo de identidade e residência aka nada. E a quem ficou sem o carro, sem o dinheiro, sem as poupanças, sem o (muitas vezes) único meio de transporte? Nada também, fica sem isso e dê-se por feliz.

Vale ou não vale ser criminoso?! Eis a questão...

Pobre justiça a nossa. E desgraçado daquele que cai nestas mãos, tanto dos criminosos como da justiça...

Desafio 52 semanas | Semana 39/52

Semana 39: As minhas melhores qualidades

 

Amiga - Se há coisa de que me orgulho é de o ser. Sou Amiga dos meus amigos, mesmo. Sou amiga da minha família. Dos meus. Daqueles que me merecem a amizade. Sou sou a melhor amiga. Não é ser pretensiosa. É ser amiga mesmo. É dar valor a amizade. É gostar de ser verdadeira. É cuidar das amizades. É ser para os meus amigos aquilo que eu quero que eles sejam para mim. E eu posso dizer que tenho poucos mas muito bons amigos. E como isso é bom. E eu sei que também sou uma boa amiga para eles.

Respeitadora - Gosto muito de respeito. Respeito pelos outros. Gosto de me dar ao respeito. Gosto de respeitar os outros e gosto que me respeitem. 

Confidente - É uma das minhas maiores qualidades. Prezo muito quem desabafa comigo. Eu sou um túmulo sobre eu mesma e sou também sobre aquilo que me contam em desabafo. Acho que o pior que me poderiam fazer era não respeitarem aquilo que confidenciara com alguém. Logo o que me contam em confidência, em desabafo, em segredo, assim o fica..

Sorriso - Tenho sempre um sorriso para quem precisa. Muitas vezes falho apenas com ele a mim mesma. Mas para os outros, para quem precise dele tenho-o e muitas vezes sabe-se lá como estou por dentro...

Sem julgamentos - Não sou muito de julgar as pessoas, quem não conheço. Gosto de ver o outro lado da moeda. Gosto de poder saber que há razões para certas coisas. Acredito que o que não faltam são boatos e que há muitas consciências tranquilas por a língua das pessoas é grande para falar dos outros. E eu própria já fiz o que afirmei jamais fazer. Gosto de ter a consciência de me lembrar disso quando olho para alguém.

#52semanas

E desse lado? A vossa maior qualidade?

Black Friday

Eu sou um zero à esquerda no que toca a moda. Não ando a par das ultimas tendências. Não compro revistas de moda. Não sigo blogs, sites, entrevistas exclusivamente de moda. Nada disso. Não vou em modas. Ainda me estou a tentar refazer depois de no verão ouvir de um amigo "então não compraste um biquini? É a grande moda deste ano". Não. Decididamente nem vou em modas. Vou naquilo que gosto. E gastar rios de dinheiro em coisas que estão supostamente na moda está de todo fora do contexto. É o meu lado pechincha ou chamam-lhe o que quiser a falar mais alto. Adiante.

Não se fala em mais nada a não ser na Black friday. E sim eu sei que isso não é alusivo à moda. Ou só à moda. Mas também passa por aí. Vai de que esta semana os emails sobre este assunto são como ervas daninhas a reproduzirem-se e a atropelarem-se na caixa de entrada. Apraz dizer que, como sabem, não sou e nunca serei uma fashion blogger e talvez isso justifique eu ter ido às compras no fim-de-semana passado quando poderia muito bem ter esperado por este. Mas e lembrar deste acontecimento? Pois...

Convém é alertar, e eu não sou expert em coisa alguma, que tenham em atenção aos descontos. Muitas vezes, infelizmente para os mais distraídos, as marcas aumentam o preço de venda anterior para que o desconto seja mais apelativo. Já encontrei uns casos por aí. E isso é só uma maneira de nos comer por lorpas. Posto isto, boas compras!

Uma onda de frio vindo de Copenhaga (ou talvez não).

gelo

O despertador toca, que é como quem diz, o pai trouxe o café à cama (sim a fasquia está alta para arranjar um homem que me trate como o meu pai). Abro a janela do quarto e está um nevoeiro de dar dó. Não se vê um metro à frente. Está muito frio. Volto a cair na cama, só mais cinco minutos. E uma preguiça descomunal. Como é óbvio aqueles cinco minutos foram mais alguns e tudo o resto é a correr, o que é bom para tentar nem sentir o frio. Abro a porta de casa e tudo branquinho. Tudo. O jardim, a rua, os carros, os telhados das casas, tudo branquinho perdido entre o denso nevoeiro. Frio. Volto a entrar, pego no gorro e no kispo com pêlo. Hoje está mesmo frio. Os carros e aquela camada de gelo que os cobre. Sabem aquela chuva molha tolos? Que não chove mas deixa tudo molhado? É parecido, não nevou, mas deixou tudo branquinho e congelado. Coragem Maria!

A sorte do pai sair antes e ter lavado o carro dele e o meu, faz-me despachar senão tudo volta a congelar. Mas devagar, as escadas estão cheias de gelo. Tudo a postos para patinar.

Um grau. Está um grau. Maravilha (só que não). E aí pensei nas luvas que estive para comprar no fim-de-semana mas não comprei com o pensamento parvo - ainda não está assim tanto frio. Ai que bem que sabiam...

Respirar é uma tortura, que aquele ar gelado congela todas as articulações do corpo. Trava a fala. E os olhos ficam meio intermitentes como o sinal de perigo de gelo no carro. Não há condições. Afinal o gelo não veio só de Copenhaga!!!!!!

Agora é assim, mais um ou dois dias de frio sem chuva e menos um ou dois graus e neva. Certezinha.

Coragem Maria! Coragem! Tu sabes, a vida não é fácil para quem mora ali um bocadinho abaixo do Pólo Norte.

Faceweek*

faceweek21.11.jpg

Alguns dos looks usados nestes últimos dias. Detalhes, padrões, vestidos, casacos quentinhos. Tons escuros. E preguiça no trabalho. A manicure desta semana (help me sim tenho uma minnie, o que não aguento por ser cobaia). O anoitecer no trabalho. Não gosto nada deste horário de inverno e de sair do trabalho já de noite. Descafeinado (sim, não tomo café) para começar uma nova tarde de trabalho. O prato principal de mais um jantar delicioso que tive com a minha melhor amiga no restaurante "o Engaço" (um dia faço um post sobre esse restaurante) que é do melhor. Polvo tipo à lagareiro. Estava divinal. E foi apenas uma parte do todo maravilhoso que foi o jantar. Profiteroles algures no Norte Shopping depois de um dia de passeio no Porto que a mami fez anos e decidiu onde queria ir. Eu apenas a levei. O domingo foi dia de reencontrar família para comemorar o aniversário da Mãe, no Douro. Não podia faltar o arroz no forno a lenha, com o anho e a batata assada. Uma ementa deliciosa na melhor companhia, no meu sitio do coração. Um look de um vestido da Primark, simples e confortável e a amostra do meu cabelão neste momento. Está a precisar de ir ao corte. Um dia destes.

Mais pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

Pág. 1/3

SorrisoIncógnito

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://sorrisoincognito.blogs.sapo.pt/.

<>

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.