Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

06
Dez19

Desafio de escrita dos pássaros #13

Maria

» Reescreve o final dum filme «

desafio passaros.JPG

 

Quando Ana revela em tribunal que só estava a fazer aquilo porque Kate lhe tinha pedido para a deixar ir porque estava pronta para morrer, toda a gente ficou em choque. Mas Ana queria fazer isso mesmo.

Assim que chegou a casa e foi ter com Kate que estava descansando, disse-lhe que estava tudo a correr como planeado. Kate estava enjoada com um novo medicamento mas na verdade estava a sentir-se melhor.

No dia seguinte, quando Kate realizou uns últimos exames no hospital o médico viu resultados incríveis que estavam a ser fruto do novo tratamento ainda experimental.

Assim que ficaram sozinhas no quarta, Ana perguntou a Kate se queria mesmo que ela desistisse ou se ainda acreditava que podia não ser a hora certa e ela não estar preparada para partir.

 Kate confessou que as palavras do doutor a deixaram sensível e esperançosa.

Kate conseguiu chegar ao dia da operação e a mesma correu bem.

Enquanto esperavam Kate acordar, Ana falava com o advogado, Campbell e este perguntava-lhe se Ana queria mesmo continuar com o processo contra os pais, ao que Ana respondeu que sim.

- Quero muito fazer com que a Kate possa ser feliz e viver mais, mas quero muito também ser eu a decidir o que fazer com o meu corpo - respondeu Ana.

Assim que Kate acordou, a família estava toda reunida na sala e Sara a Mãe pediu-lhe desculpa por nunca ter visto os sinais de que ela queria partir porque estava pronta, mas sempre acreditou num milagre e porque não está preparada para ver uma filha partir! Pediu também desculpa a Ana, por a ter usado para salvar a irmã, mas que sabia que um dia Ana ia dar ainda mais valor a isso.

Passaram-se uns dias desde a operação de Kate.

Já em casa com alta e a recuperar, Kate agradecia a Ana por a ter salvo e por, mesmo quando deixou de acreditar Ana estar sempre do lado dela.

A campainha tocou e era o advogado de Ana.

Ana tenho uma notícia para lhe dar, ganhamos essa batalha, agora és uma menina emancipada e és tu quem decide o que fazer com o teu corpo.

Senhor Campbell, a batalha já estava ganha com a esperança que a minha irmã ganhou com este novo tratamento que está em fase de teste mas que eu acredito que a vai salvar.

Novo final do filme "My Sister's Keeper".

 Vejam outros textos meus para este desafio aqui.

01
Dez19

Deste cantinho do Mundo ☆

Maria

Pôr do sol

 

Se olhas para algo com o coração não é difícil te apaixonares. E eu sou uma apaixonada pelo pôr do sol 😍

Às vezes é preciso ir longe para dar valor a momentos como este,  porque não sabemos apreciar o que está ali mesmo do outro lado da janela ou do abrir da porta de casa, sem filtros!

#umbocadinhoabaixodoPóloNorte 

Dezembro

 

30
Nov19

Sorrisos de Natal'19

Maria

Este será o meu próximo desafio. O meu e o de quem se quiser juntar.

Já fiz desafios do género e correram muito bem com muitas pessoas que alinharam. E eu continuo neste foco de sorrir sempre, todos os dias!

O Natal está quase aí. Há sempre imensos motivos para sorrir. E para fotografar. Assim como no ano passado, será um desafio de sorrisos de Natal. Com a cor que lhe quisermos dar. As fotografias podem ser a cores ou todo o desafio a preto e branco, como preferirem. O Natal tem a cor que lhe quisermos dar com o seu próprio brilho. Dezembro será o último mês de 2019. Este será o mês do desafio:

#sorrisosdenatal

Desafio #sorrisosdenatal 2019.png

 

Quem me conhece sabe que se há coisa que me define é o sorriso. Há sempre mil e duas desculpas para sorrir. E se às vezes faltam algumas, procura-se um novo motivo. Sempre tento passar esse "lema". Pessoas que sorriem são sempre mais bonitas. Digo-o sempre.

Ora Dezembro está já quase quase aí, e é sempre um mês especial. 

Eu vou começar o desafio já amanhã, no primeiro dia de Dezembro, com uma lista que junta o que me faz sorrir e pormenores de um Natal, mas para quem se quiser juntar e partilhar o desafio, não tem uma data especifica para começarem, comecem quando quiserem, juntem-se a mim e partilhem.

 

NÃO ESQUECER (para quem se quiser juntar a mim neste desafio)

  • Uma fotografia por dia;
  • Podem começar a partir de qualquer momento, para participar basta usar a hashtag #sorrisosdenatal numa fotografia;
  • Podem fazê-lo no Facebook, no Instagram ou mesmo pelo blog (se for no blog deixem o link). Convém que sejam perfis públicos, para poderem partilhar com quem se quer juntar e visto que o objectivo é mesmo o de partilhar com todos os participantes;
  • Utilizem apenas fotografias vossas. O desafio é mesmo esse, um motivo para vocês mesmos fotografarem.
  • O objectivo é ter um motivo para fotografar, podem usar uma fotografia antiga, mas evitem.

 

Divirtam-se neste desafio e sorriam muito. Esse é o meu objectivo com este desafio.

Sigam-me no Facebook e no Instagram para verem as minhas partilhas. Ao usarem a hashtag #sorrisosdenatal vou poder seguir também as vossas.

Bons sorrisos! Boas festas!

(quem se junta e quem partilha?!)

29
Nov19

Desafio de escrita dos pássaros #12

Maria

» Aqueles pássaros não se calam «

desafio passaros.JPG

 

A Maria chega a casa do trabalho e lá está ele a falar com os pássaros, passa a vida à volta deles e na verdade, foram eles a companhia de tantos anos e são eles os animais de estimação que gosta. Todos têm o mesmo nome. Canito. Pelo menos é sempre esse o nome que ouve.

A afilhada já chega lá casa e a primeira coisa que diz é "quero ver piu piu". E lá vai ela com ele, para ver o Pai da Maria a dar-lhes comida.

Não se lembram de ali viver sem um pássaro que seja. São uma alegria e fazem um basqueiro que nem é bom. Já lhes conhecem o Pio... que é diferente em muitas situações. Quando está alguém que não conhecem é um, quando estão só os da casa é outro. Quando estão a discutir é outro. E quando vê os de casa pela primeira vez de manhã é outro. São mesmo inteligentes. Mas os dias de sol são verdadeiros dias bons para eles.

E muitas vezes são mesmos os madrugadores lá de casa. Qual galo qual quê. Quando o dia começa a raiar e eles começam a cantar?

É sábado e a Maria estava a aproveitar para dormir mais um pouco, até que começa uma cantadeira ensurdecedora.

Mas o que é isto - diz a Maria -  "aqueles pássaros não se calam?".

E lá vai o pai falar com eles. Deixai a Maria dormir - diz ele. Mas não ligam nenhuma

Maria na cama às voltas, mas não há maneira de conseguir adormecer novamente com aquele chilrear. Maria levanta-se até que chega perto deles e eles nem um pio.

Ai os safados, foi mesmo para me tirar da cama. Estes canitos são tramados!

 Vejam outros textos meus para este desafio aqui.

29
Nov19

Faceweek*

Maria

IMG_20191129_001014.jpg

IMG_20191129_001456.jpg

Aqui ficam alguns looks usados na semana passada.

Parece que já chove há meio ano e a pachorra é pouca. Vou contrariando com sorrisos já sabem, mas têm sido tempos dificeis. Mas adiante. Quanto a roupa como podem ver anda tudo ali nos pretos, brancos e mais coisa pouca. A única peça nova é o vestido preto de malha mais comprido que é da @Primark. By the way, não fiquei muito fã da nova Primark do Norteshopping. Nem sapatilhas tenho calçado que isto todos os dias na rua a chover com sapatilhas não ia longe, vai de bota mesmo.

IMG_20191124_131109_661.jpg

No fim de semana passado houve feste e reencontros a Douro e foi bonito. Foi muito família. E foi voltar ali aquele cantinho que gosto tanto. Mesmo em dias sem sol, cinzentos e que trazem muita chuva que foi o caso.

IMG_20191115_214350_124.jpg

IMG_20191122_233908_611.jpg

 

O pormenor das ultimas manicures feitas! O primeiro muito giro que adorei, e o rosinha da segunda já depois de fazer manutenção também ficaram bem giras.

Podem sempre acompanhar todas as novidades: 

22
Nov19

Desafio de escrita dos pássaros #11

Maria

» Um dia na tua família… do ponto de vista do teu animal de estimação «

REX.jpg

 

Tenho cerca de catorze anos e estou aqui desde os primeiros meses. Cheguei amedrontado mas eles conseguiram fazer com que me senti-se em casa, tivesse amor e fosse bem tratado. Brincam muito comigo e ensinaram-me a ser um deles. Quando posso fujo e gosto muito de andar a jogar à "caçadinha" no meio da rua, eles ficam fulos e eu corro muito, mas depois mansinho lá me vou sentar no início da escadaria. Eles resmungam mas passa-lhes rápido.

O pai da Maria senta-se muitas vezes aqui à minha beira a falar comigo e sinto que fala comigo como fala com os outros. Com as pessoas.  A mãe resmunga mais mas não me pode ver a fugir que fica aflita. E agora que estou mais velhote e adoentado anda sempre aqui a rondar como se a perguntar se estou bem. Eu aviso-a sempre que chega alguém para que ela saiba com o que contar. Chegaram a comprar-me brinquedos mas nunca fui muito de brincar com coisas, gosto mais de estar aqui à beira deles sentado a ouvir. Em mais novo fiz os meus estragos, mas agora "tudo tranquilo".

A Maria é minha amiga. Fala muito comigo, sentados os dois na varanda a ver a paisagem. Ao fim-de-semana vem tomar o café da manhã para as escadas cá fora para falar mais. Não gosto que ninguém estacione o carro no lugar do dela e faço um cagaçal quando assim acontece. Sempre que sai para trabalhar dá os bons dias e assim que chega cumprimenta. Só resmunga mais comigo quando está chuva ou frio e eu não vou para a casota que o Pai até alcatifou para ficar mais quentinha. Todos temos a sua panca, certo?

Estou velhote e sei que não durarei muito mais. Hoje a Maria desceu as escadas com uma mala e eu, que tenho andado cansado, levantei-me e fiz-lhe a festa do costume. Meio aflito porque queria ir com ela, mas ela antes de sair do portão com a mala disse-me que ia à Madeira passar uns dias e sossegou-me. Eu olhei para ela com olhos de saudade porque não sei se a tornarei a ver, e ela fez-me muitas festas na cara e disse para me portar bem e aguentar firme como sempre. Fiquei sentado nas escadas e ela foi. Até um dia!

[O Rex partiu a 2/05/2017 dois dias depois de eu chegar à Madeira]

 Vejam outros textos meus para este desafio aqui.

21
Nov19

Maria cinco. Texuga zero.

Maria

Passou mais um mês, logo cinco meses do dia em que disse #MariaTexuga tem lá calma!

IMG_20191106_194355_533.jpg

 

 

Quando me lembro que há cinco meses cheguei aquele peso, parece que foi há muito tempo que nem me lembra. Na verdade pode não ser muito mais que aquilo que agora peso, que não é, mas foi um número que me fez querer mudar e não deixar as coisas descambarem ainda mais. Isso e a roupa deixar de servir!

A luta não tem sido fácil. Dizer não a repetir pratos que me estão a saber muito bem, não tem sido fácil. E noto que tenho tido alguns ataques de querer comer tudo e mais alguma coisa e na verdade ainda deixo-me ir muito.

Nestes últimos meses parece que estagnou ali e não difere muito. A coisa não tem baixado como no início e está cada vez mais difícil. Mas a gente continua na luta. O que é importante é não aumentar. Não voltar a ganhar tanto peso. E lutar todos os dias contra aquele apetite de comer muito e principalmente a horas impróprias.

Como podem ver pelo título é mais um mês positivo.

Neste mês acredito que não tenha sido só a luta mas também o facto de andar com algumas preocupações tenha feito ao caso. O meu metabolismo acelera. Andar nervosa umas vezes faz-me querer comer tudo e mais alguma coisa, como noutra altura me tira o apetite. Aqui acho só que, comi com muita vontade mas o meu nervoso destruiu tudo muito bem.

Apesar de já ter passado uns dias, a pesagem é sempre no primeiro dia do mês e perdi 1.1 kg! 1.1 kg face ao mês anterior, e por isso, o balanço destes cinco meses, é de 6,5Kg face ao primeiro dia que decidi ir no foco, 1 de Junho.

Espero muito sinceramente conseguir manter este balanço. Mas tenho a consciência que este mês foi mesmo por andar preocupada. Porque como têm acompanhado nos últimos meses a coisa andava a baixar apenas umas gramas. Mas a baixar(iupi)!

A minha dieta continua a mesma do início. Tentar reduzir apenas a quantidade de comida que comia. Mas quando me apetece como o que quiser e repito o prato se assim for o desejo. Não me martirizo. Não. Nada disso. A vida é muita curta para não ter um dos meus maiores prazeres que é comer. Sei das consequências que isto pode ter, mas sei que assim é que consigo alguma coisa.

Continuo a ir à pizza (o meu calcanhar de Aquiles), continuo a ir ao Mac, continuo a comer rissóis e bolinhos de bacalhau. Não digo que não a um bolo e apesar de já ter comprado coisas de aveia ainda nem abri o pacote.

Prefiro pensar que aos poucos, com o peso e o volume que já consegui perder voltei a vestir roupa que no início do verão começar, não servia. Voltei a usar os calções que tanto gosto de usar no verão e que já vinham de outros Verões. Voltei a vestir calças que não usava há dois anos. Porque não serviam mesmo. E mesmo vestidos.

O balanço é positivo, mas continua o foco na tentativa de conseguir menos qualquer coisa. Tenho que deixar de fugir ao exercício físico e isso não tem sido fácil. Ando a falhar. E caminhadas deixei de fazer porque está um frio que não se aguenta e parece que chove há um ano!

Mais um mês, vamos a isso. Quem continua no foco, mesmo agora que estamos ali a chegar à época mais doce do ano? E eu que ainda não consegui perder os quilos necessários para abusar no Natal :p

20
Nov19

À [minha] Rainha ❤

Maria

A primeira coisa a dizer é agradecer. Agradecer muito por te ter aqui connosco e isso agradeço todos os dias.

És só a melhor pessoa do Mundo. Sem filtros, sem "ses". Gostava que soubessem que este Amor maior é de facto um amor maior. Porque estás em primeiro. Porque por ti é tudo.

Até porque tu és assim connosco. Primeiro nós, sempre nós depois Tu. 

Gostava que todos tivessem a sorte de te conhecer, de te terem como eu tenho.

Gostava, porque sei que nem todos têm essa oportunidade, têm a mesma sorte, que soubessem mesmo o que é este Amor. Que nos une. Que nos faz crescer. Que dura sempre a ser maior que tudo. E que me faz sentir orgulho. Faz agradecer a cada dia novo.

Temos a melhor gargalhada. E tu tens o melhor coração que conheço. És muito mais de estar lá. De ir. De ficar.

Tens sempre uma palavra a dizer. Tens dificuldade em dizer não. Ajudas o mais que podes. És sempre muito mais pelos outros que por ti. Tantas e tantas vezes. Só vês o bem. És muitas vezes ingénua. E tenho um medo enorme que te magoem.

Continua a ser bom de cada vez que te sentas ao fundo da minha cama para conversar. Para cuscar e para rir muito à gargalhada. Ou mesmo para partilhares comigo alguma coisa para "roer" antes de dormir.

Somos duas #MariaTexugas. E tu és mesmo a melhor cozinheira do Mundo.

Foste tu que me ensinaste a gostar de pessoas. A valorizar o que é família e o que são amigos que se podem tornar família porque o que realmente interessa não são os bens materiais e que podemos ser felizes mesmo com dificuldades económicas e com o cinto quase sempre em modo apertado. Que o que levamos desta vida é o convívio com os outros e o tentarmos sempre ser melhores.

Obrigada por tanto que me continuas a ensinar todos os dias. Pelas lições que me dás, os abre olhos e os puxões de orelha. Obrigada pelo coração gigante. E pelos valores que sempre me passaste. Por seres sempre pela Família. Obrigada pela pessoa que és. Pela grande Mãe que és!

Que sejas feliz. Que seja mais um ano em que estejamos juntas e a lutar sempre para que tudo corre pelo melhor. Que eu possa partilhar muitos mais anos assim contigo. E que eu possa ajudar-te no melhor que o mundo tem para te oferecer.

Ontem, 19 de Novembro foi o teu dia especial. Os meus Parabéns e que venham muitos mais anos, juntas, de sorriso no rosto e cúmplices, minha Mãe. 

AM❤TE

Sobre mim

foto do autor

Espreitem Como eu Blog

Expressões à moda das “tripas” do Porto!

Sigam-me

<>

INSTAGRAM

<>

<>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sorriso desde 11/02/09

<>

<>

Twita-me

<>

<>

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D