Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

13 Reasons Why (13 Razões, porquê)

13 reasons why.jpg

Séries com adolescentes não é propriamente uma coisa que me chame atenção, mas esta, adorei e aconselho a todos!

Conta a vida de uma adolescente que se suicida, e escolhe uma forma peculiar de contar o que lhe foi acontecendo para tomar essa decisão, fê-lo através de um conjunto de cassetes que deixa, onde conta todos os eventos que a levam a tomar essa decisão.

Aborda assuntos muito reais, problemáticos e actuais como o problema do Bullying e outras situações hoje em dia passadas por muitos adolescentes, muitas destas por vezes escondidas ou ignoradas pelos Pais, pelos professores ou pelos próprios colegas.

Não deixa de ser chocante e assustadora, mas ao mesmo tempo muito real e necessária nos tempos que correm.

Uma dica para quem ainda não viu, não procurem nada sobre a série, a expectativa de não saber-se nada do que vem a seguir é que a torna tão viciante.

Suicídio?

Não me fodam e desculpem a expressão (mas esta minha veia nortenha nestes casos não me deixa dizer três frases sem um palavrão). Adiante. Suicídio? Não. Se o tal Andreas Lubitz, copiloto do voo da Germanwings que fez, segundo investigação e na base do que vão para já divulgando, embater o A320 contra as montanhas dos Alpes Franceses se quisesse suicidar há mil e uma maneiras para o fazer sem pôr em causa terceiros. Ao pôr para mim já não se trata de suicídio. E já aqui falei uma vez, e entendo que muitas vezes até para cometerem suicídio é preciso ter coragem, para chegar à hora H e seguirem em frente no que estava ou não planeado, mas no caso deste não. Foi um cobarde. Não quis morrer sozinho. Não se interessou por matar outras 149 pessoas e fazer sofrer cada família e amigos de cada um. E quis estandartes para a sua morte. Porque vamos lembrar sempre desta tragédia, mas não mais que por um acto de cobardice, estupidez, e sei lá mais o quê para não abusar das palavras que se me atravessam na garganta.

Sim tudo na base da especulação, por isso mesmo, posto isto que disse, digo-o apenas baseando-me no pouco que ainda há do que aconteceu ali. Mas a ser verdade, oh Deus, que se a mim que não conheço ninguém que lá ia naquele voo me revolta, me dá uma raiva que chega a tirar ar, não imagino a família, aqueles que perderam alguém que ia naquele voo.

Suicídio? É tirar a própria vida. Tirar a de mais 149 pessoas é um assassino sem escrúpulos, cobarde. Frio.

Depressões? E quando é que é possível não avaliarem uma pessoa que leva "nas suas mãos" tantas outras vidas? Se alguma vez tivesse já sofrido de qualquer situação  que lhe mexesse com o psicológico deveria ter sido afastado. Não se brinca com a vida das pessoas e isto põe muito em causa.

E depois lá vem o 8º pecado mortal. E as regras imediatas para a obrigação da presença de dois membros da tripulação em qualquer momento em qualquer voo. E já agora, minha opinião, teste psicológicos mais vezes, é que uma pessoa sabe o que não faltam por aí são maluquinhos.

24 de Março de 2015 ficará marcado por mais esta tragédia no mundo da aviação com a morte de 150 pessoas.

Se pensam que a vida alguma vez vai ser só cor-de-rosa, esqueçam!

No suicídio é preciso uma coragem do catano para o conseguirem fazer da mesma forma que é preciso muita coragem para tentar vencer um fim àqueles que para eles a vida é tudo. Eu sempre achei que o suicídio é um afronto a todos aqueles que lutam pela vida a cada segundo. A vida tem muito preto e branco, mas porra vale a pena!

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.