Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Há pessoas distraídas e depois há a minha pessoa.

Só para terem a noção do quão distraída, se é isso a que posso chamar, eu sou.

Há uns tempos que tenho um pedido de amizade no facebook de um senhor cuja primeira impressão foi: "esta cara não me é estranha", mas não adicionei porque queria identificar primeiro de onde seria. Passaram todos estes dias e vezes sem conta a olhar para aquele pedido de amizade vejo que é, nada mais nada menos do que proprietário de um estabelecimento na minha terrinha, ali pertíssimo de minha casa e com quem me cruzo diversas vezes.

Sim, esta sou eu.

8 anos!

Esperem lá... inspira/expira... 8 anos! Como assim 8. 8? Já? Sim, 8 anos de Blog!

(toda eu ciscos nos olhos)

 

3151 posts

9609 comentários

252455 visitas

651 reacções

2207 likes no Facebook

282 Seguidores no Instagram

260 posição no Blogs Portugal

8 anos de existência 

8 anos.jpg

 

De mim, de vocês, de muitas partilhas, de muitos sorrisos incógnitos, de NÓS!

 

A sério 8? É o que mais me tem ocorrido nestes últimos dias. Continuo a sentir-me surpreendida pelo blog continuar a fazer parte da minha vida a cada ano que passa. E sempre muito presente. Há oito anos atrás não imaginei isso nem que lhe sentisse a falta. Deste constante desafio. Deste apego. Desta partilha. De tantos que vieram, dos que ficam. Dos que passam. Lembro-me dos que me fizeram criar este espaço, que muitos já não existem mas que me deixaram uma marca. E saudades. De uma altura em que os blogs eram muito mais "nós". Mais genuínos. Mais verdadeiros. Menos interesseiros. Menos marcas. Mais sem filtros. Menos "fama".

oito anos atrás criei o blog para partilhar sorrisos de tudo e de nada, para falar do que me apetece, quando me apetece. O propósito continua o mesmo. Deixa-me partilhar a minha inspiração na escrita. E como eu gosto disso. E continuo a ter partilhas boas disto. Continuo a conhecer outras tantas partilhas que gosto. Continua a trazer-me gente de sorrisos que me ajuda. Energia positiva. Sempre. Já espalhei muitos sorrisos, já recebi muitos sorrisos. Já partilhei lágrimas, e recebi ainda mais sorrisos. Já escrevi coisas tão minhas que me vão na alma. Já foi completamente anónimo. Já serviu tanta vez de diário, de um ombro para desabafar. Trouxe-me pessoas novas. Trouxe-me histórias partilhadas. Trouxe-me Pais Natal secretos e PPC’s. Trouxe-me miminhos de blogs com gente dentro. Trouxe-me partilhas que não mais vou esquecer... Continua a ser uma aventura. Todos os dias.

Enquanto continuar a fazer sentido, cá estamos. E eu gosto de cá estar. Acreditem. E agradeço a quem está também. Muito!

(8 anos carago!)

E ao pessoal do Facebook!

Obrigada! 

Cá beijinho  e sorrisos mil!

Estatísticas de um final de ano!

No último ano do blog estes foram os posts mais visitados:

1. Dicas de Poupança

2. Expressões à moda das "tripas" do Porto!

3. Luís Franco Bastos!

4. Experiências de poupança!

5. Dicas de Poupança

6. Pressão psicológica

7. A minha árvore não tem presentes, e daí?

8. Cristina. Katia Aveiro. Deus grego.

9. Desafio #desculpasparasorrir

10. Das publicidades... com lições dentro!

Acabei o ano com cerca de 247.000 visitas com alguns destaques pelo SAPO blogs no ano. Com 3118 posts, cerca de 9500 comentários e 600 reacções.

Com cerca de 1900 likes no Facebook e 230 no Instagram. Na posição 220 geral e na 24 categoria Pessoal no Blogs Portugal.

Para quem fez/faz parte dos números, Obrigada e voltem sempre!

Das histórias da vida...

Hoje acordei com uma mensagem do facebook a lembrar as minhas memórias:

"Faz sete anos de amizade no facebook com o "João""

"O João foi, durante anos largos, o meu melhor amigo. Conheci-o com quatro anos e passámos juntos todas as fases parvas:
- a de eu o odiar simplesmente porque era rapaz e parvo;
- a de ele não me suportar porque eu era uma pitinha estúpida;
- a de eu o amar platonicamente porque era um caloiro de Filosofia com quem os temas de conversa não se esgotavam;
- a de ele me achar piada porque tinha uma lata descomunal;
- a das conversas telefónicas prolongadas, dos toques para o bip, das primeiras sms;
- a de eu acreditar que nunca teria hipóteses com ele porque me via como uma irmã mais nova;
- a de ele acreditar que nunca poderia ter nenhuma relação comigo porque era demasiado fútil e só andava combetinhos e surfistas da banheira;
- a das cartas escritas à mão e postais de design enviados em tempos de férias;
- a de ambos nos conformarmos e de partirmos para outras;
- a de ele arranjar namoradas atrás de namoradas e de eu delirar cada vez que não resultava;
- a de eu arranjar namorado e lhe contar em primeira mão que tinha perdido a virgindade;
- a de ele acreditar que o meu namoro não ia durar por aí além;
- a de eu perceber que o namorado tinha vindo para ficar e o que sobrava da história com o João era uma belíssima amizade;
- a do João se lembrar que era agora ou nunca;
- a de nos termos enrolado;
- a de um de nós perceber que o enrolanço não tinha sido a melhor das ideias;
- a de nos zangarmos;
- a de eu voltar para o namorado que ele odeia;
- a de ele arranjar uma namorada- desta vez mesmo à séria- e eu (obviamente e de forma assumidamente ressabiada) achá-la uma baleia;
- a de não nos zangarmos, mas simplesmente deixarmo-nos de falar.
 
O João continua a ser o meu melhor amigo. Sinto que, apesar do desfecho, foi maravilhoso tê-lo tirado de cima do armário.  E, ainda que sem nos vermos e nem nos falarmos, penso que finalmente acertámos o passo e estamos em sintonia. Acabaram-se os encontros. Mas também os desencontros. Tenho saudades.
Mas gaja que é gaja tem ou já teve um João."

Não podia deixar de partilhar (e não sei se já o fiz antes) este texto da Pólo Norte que me marcou há tanto tempo... porque afinal de contas, gaja que é gaja já teve um "João". E a amizade com o "meu" "João" faz hoje sete anos no facebook, mas muitos mais na vida.

E, ainda que sem nos vermos e nem nos falarmos, penso que finalmente acertámos o passo e estamos em sintonia. Acabaram-se os encontros. Mas também os desencontros. Tenho saudades.

"Desafio aceite"

Não é a primeira vez, nem será a última, que no facebook se cria uma "cadeia" de algo dito ligado ao cancro. Umas vezes é um coração. Outras a partilha de uma imagem bonita. Uma mudança de fotografia. Desta vez o desafio lançado é para colocar uma fotografia da pessoa a preto e branco pelo cancro. Pelo cancro? E é desta maneira que tens um desafio que se torna viral. Qual é realmente a intenção? E quem o faz, quem o "aceita" é mesmo pelo gesto e pela mensagem que traz ou é apenas mais uma "desculpa" de pôr uma fotografia intitulada "desafio aceite"?

Não sou de entrar nestas cadeias, até porque se puser uma fotografia sou bem capaz de arrecadar aí uns belos "likes", mas quando partilho uma ligação ligada ao cancro, quiçá consigo meia dúzia de "likes".

De todas essas fotografias que se vê, se cada pessoa com "desafio aceite" desse 50 cêntimos que fosse para a Liga contra o Cancro aí sim, era de valor.

Facebook - dica

Não sei se sabem ou se andam tão distraídos como eu andava. No facebook para ver uma mensagem de um amigo é simplesmente carregar no ícone da mensagem, mas se esta for enviada por alguém que não está na nossa lista de amigos o pedido é filtrado, logo ao abrir as mensagens normais não consta da lista, mas sim no topo onde aparece "Pedidos de mensagem". E ao clicar por vezes ainda aparecem mais em "ver pedidos filtrados". Foi assim que reparei que tinha "n" de mensagens que não li de pessoas que não pertenciam à minha lista de amigos. Umas não fizeram mal nenhum, mas outras há que bem que podia ter lido mais cedo. Fica a dica para o caso de haver pessoas tão distraídas como eu.

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.