Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Constatação *140*

A "nossa" televisão adora encher chouriços.

Só isso explica, um programa de sucesso e que já aqui falei tão bem por ser lá em casa o programa das sete, o "Apanha se puderes" estar na segunda semana em modo "repetição". Até no fim-de-semana, o de convidados foi repetido. Ainda há pouco começou e já vira a tripa e toca a encher chouriços.

Poupem-nos.

Apanha se puderes!

 

Lá em casa é o programa das sete. Ponto. Já não se vê mais nada. Porque todos gostamos do formato. A mente e o corpo. Ambas situações difíceis. A mente tem que ter acima de tudo calma, cultura geral e ter a sorte de apanhar perguntas que por um ou outro motivo lhe dê "luzes" para a resposta. O corpo tem que lidar com a pressão de segundos que não se conseguem contar. Ontem, foi dia de chegar a casa já depois das sete e ter a sorte de pegar na programação e pôr o programa a dar do inicio, porque era a continuação do programa do dia anterior. Eram dois concorrentes, algarvios, que estavam a fazer uma prova fantástica, além de serem engraçados, "a mente" demonstrou ter conhecimentos e uma personalidade curiosa, logo à prova de arriscar. Noutros programas (e ainda não foram assim tantos) já vimos de tudo, quem nem sequer chegou à quinta pergunta que é o primeiro patamar onde já dá para não querer continuar e arrecadar o que se apanhou, quem arriscou depois da quinta pergunta e perdeu o que já tinha apanhado, assim como quem já chegou à quinta pergunta e resolveu ficar por ali jogando pelo seguro levando para casa o que já tinha conquistado. O Dário e o Tiago, concorrentes de ontem, como confidenciou o Tiago levavam a ideia de tentar chegar à quinta pergunta, que é o "patamar" onde podem "desistir" e ficar com o que já apanharam, mas que nem sabiam se lá conseguiam chegar. Não só chegaram como a partir daí, como também disseram envolvem-se no jogo e dá vontade de continuar. Gostei muito de os ver arriscar, mesmo que fossem um desastre dentro da gaiola perdidos nos segundos que lhes restavam. Os nervos e a pressão devem ser danados só isso explica, numa altura terem saído da gaiola ainda com cerca de cinquenta segundos para aproveitar. Cá em casa até nós estávamos nervosos. Pergunta atrás de pergunta lá chegaram à última. E só quem tem a decisão de arriscar consegue chegar lá. A última pergunta era: Quem ganhou o prémio Camões em 1999. Onde estavam indecisos entre dois nomes, o Dário (o corpo) inclinava-se para Florbela Espanca e o Tiago (mente) para Sophia de Mello Breyner. Toda a lógica irem pela "mente" e responderem acertadamente Sophia de Mello. Até eu saltei lá em casa. Foi mais que merecido. E aí sim, a Cristina Ferreira que é sempre tão efusiva (e aquela voz aguda inconfundível) nos seus "Certo" fez toda a diferença. Dário e Tiago fizeram história no concurso, visto que segundo o que disseram nunca em nenhum país que já passou este concurso deram a montra total. Foi uma fantástica prestação.

Parabéns aos vencedores.

Parabéns ao programa porque é um bom formato. Parabéns Pedro Teixeira, que ele parece ser mesmo boa pessoa, ele abraça (e dá vontade de ir lá), ele vibra ele fica triste pelos concorrentes. E a Cristina, se bem que às vezes aquele grito do "está certa" parece exagero, é também vibrante pela constante expectativa em que se está de a resposta estar certa ou errada.

Venham mais!

Cristina. Katia Aveiro. Deus grego.

A edição deste mês da revista Cristina tem Katia Aveiro em entrevista. Cristina Ferreira no seu blog Daily Cristina hoje divulgou algumas imagens (ide cuscar):

 [Fotografia Daily Cristina]

A pergunta que se impõe é, quem é aquele Deus grego a tirar as fotografias?

Não sou uma fashion blogger, nem de longe nem de perto, muito menos em moda.

Não é a primeira vez que a Cristina Ferreira é criticada por usar isto ou aquilo. Convenhamos que ela é criticada se usa saia ou se não. Se usa calças ou se não. Se diz onde vai ou se não dá informações. É criticada porque sim. É o que acontece a quem tem fama visto por pessoas que têm acesso a um computador mas pouco acesso à inteligência. Pode-se criticar, cada um é livre de o fazer. Mas não é por andar com algo que não é aprovado na maioria das opiniões que podem ter o direito de dizerem que ela é esta e aquela (cuidado com as criticas). Adiante. A Cristina que é uma mulher bonita como já aqui o referi, voltou a usar algo que não foi aprovado pela maioria do povo ao qual choveu criticas nas redes sociais. Algo que também já anteriormente tinha acontecido, coincidência ou não numa outra festa também da TVI. Eu não vi esta do ultimo fim de semana. Mas num curto "zapping" pelas redes sociais fiquei a saber que Marta Melro fez furor com um jumpsuit de decote generoso (e estava bem gira), que Rita Pereira "acusou" uma barriga a levantar suspeitas de estar grávida (pelo amor da santa) e fiquei a saber do desastroso outfit que Cristina Ferreira usou (a meu ver "desastroso" está aprovado).

Às vezes olho e mesmo de pessoas que achamos não têm essa necessidade, interessa mesmo é dar nas vistas, seja pela positiva ou não.  Mas parece que ela afirmou que "sabia que ia ser criticada, mas gostava de provocar". Lamento no entanto quando vai a festas/galas estrangeiras não usar um outfit deste género para ver se para a próxima gostava de ser criticada. Imaginemos uma gala no exterior, por exemplo para a LR onde ela gosta de ir toda "no estrondo" e aparecesse com esta fatiota, acompanhada daqueles enfadonhos brincos e com aquele cabelo à "ti-vó".

É que não é só o outfit. Como li algures por aí, na verdade muitas vezes até no programa que faz vai bem mais composta e com pinta. Mas ali, a meu ver, passa por nada estar bem e com isso, não só se discutir o gosto pessoal do que leva vestido (mas isso cada um tem o seu e gostos não se discutem) e toda a intenção do que quer passar para os outros, como o estar a olhar para uma jovem mulher, bonita elegante e leve que não está. Está completamente o oposto daquilo que normalmente é. Saltando à vista um ar pesado e enfadonho que não tem.

Já na outra festa da TVI à qual me referi antes, há coincidências. Se na altura levava um vestido demasiado pesado para uma festa de verão que sugere um ar leve, agora levou um fato enfadonho revelando uma imagem pesada, oposta à que Cristina nos habitua. Mas não vá este modelo esgotar assim como na altura esgotou o vestido, porque as pessoas têm a mania de criticar, mas como quem usa é quem é, é porque deve-se usar. Não gostei. Mas essa é a minha opinião que vale o que vale e que todos sabem - Não sou e nunca serei uma fashion blogger muito menos em moda.

Cristina Ferreira, o vestido, as modas e os gostos. Ou então como - Não sou uma fashion blogger, nem de longe nem de perto, muito menos em moda.

As pessoas têm um poder incrível de criticar (negativamente). Porque sim e porque sim. Tudo e todos. Gostam de seguir modas, mas se alguém vem e diz que aquilo não presta eles vão na onda. Assim como podem olhar e detestar mas se alguém vem e diz que isto é que é fixe, vão na onda. Tal e qual e o seguir modas, é seguir a opinião dos outros. Há muitos e  muitos assim. Felizmente há excepções. Felizmente.

Estava eu de férias, mas o alvoroço foi tanto que fiquei a par da polémica cor-de-rosa do momento. Foi o vestido que a Cristina Ferreira usou na festa de verão da TVI. Choveram criticas à apresentadora sobre o vestido que levou na festa no entanto sabe-se agora por essas mesmas fontes cor-de-rosa que o dito cujo já esgotou. E até aposto que os que primeiro criticaram também o foram comprar, adiante. A verdade é esta. Quem gosta de criticar vai sempre criticar, mesmo que depois vá seguir os mesmos passos de quem criticou. Assim como aquele vestido usado por uma desconhecida qualquer vendia um ou outro, mas como foi usado por uma Cristina Ferreira compra-se. É giro. Quase a mesma situação do perfume dela (e com isto não querendo dizer que é bom ou mau) que levou a estar esgotado vezes seguidas e ser um produto da LR mais vendido que quase de certeza quem comprou não antes tinha comprado na revista LR e mais, ouso até dizer que, provavelmente, a maior parte de quem o comprou já antes tinha dito "os perfumes dessas revistas não valem nada". É o poder da imagem que cada um tem.

Eu não gostei do vestido que a Cristina levou. Uma festa de verão quer-se uma coisa mais leve e o vestido dela a começar pelas mangas compridas era tudo menos leve. Mas essa é a minha opinião que vale o que vale e que todos sabem - Não sou e nunca serei uma fashion blogger muito menos em moda.

Pessoas de sorrisos são muito mais bonitas!


[ Foto por Ana Dias, no Daily Cristina ]

A Cristina Ferreira é uma mulher linda ponto. Não se discute. Já algum tempo que sigo o seu facebook  e aqueles looks não passam ao lado de ninguém e nós mulheres mais interessadas em moda ou não, gostamos de ver looks sim. Ela tem um sorriso muito genuíno, emociona-se facilmente e tem uma voz que a caracteriza, reconhece-se em qualquer canto e é daquelas um tanto ao quanto irritantes é certo mas associo mais a imagem dela ao sorriso e áquelas gargalhadas estonteantes.

Ela criou um blogue e não estou aqui a fazer publicidade porque convenhamos, Cristina Ferreira não precisa disso, mas a verdade é que tem fotos que me fazem ficar ali a pensar eu gostava de ter um dia assim, parece princesa. Mas a carinha laroca dela tem todo o mérito, fica ali bem enquadrada nas fotografias, o sorriso completa sem dúvida o cenário e usa-me roupas de lhe passar a rasteira e dizer «dá-me aí esse "trapo"».

Teve um lançamento do blogue típico de capa de revista e com fotos lindíssimas, comprovem lá, no blogue da "menina saloia da Malveira" lançada pela Júlia Pinheiro já lá vão uns anitos e ela soube aproveitar como ninguém a oportunidade que teve.

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.