Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Black Friday

Como já aqui comentei eu sou a ultima pessoa no que toca a "modas". E isto do Black Friday é só mais uma que "roubamos" lá fora e adaptamos. Primeiro entrou de fininho só para algumas lojas na tal última sexta-feira de Novembro, mas este ano, parece que tudo adere "à coisa" e não só adaptaram a sexta-feira, como alguns toda a semana e outras já dizem "Black weekend". Posto isto. M-E-D-O. É das únicas palavras que me surgem ao pensar em me dirigir a um shopping este fim-de-semana (e até dava jeito), que deve estar pior que ultimo dia de compras de Natal, ainda para mais se o tempo continuar como está.

12316579_1025299440859677_372995567928728440_n.jpg

Adiante.

Como já aqui comentei eu sou das últimas pessoas a aderir a "modas". Porque como sabem, não sou e nunca serei uma fashion blogger e talvez por isso mesmo e por este meu lado pechincha tenho um pé atrás nestas coisas. Ora, lojas com muita gente, filas para experimentar, filas para pagar e "cenários" do género não são definitivamente a minha onda. Eu até fui às compras no fim-de-semana passado - vejam só o meu "timing" para aderir a isto.

Também não sou a melhor pessoa para falar de compras online, até porque não sou muito fã. Principalmente no que toca a roupa - reparem por norma visto um "M", mas há coisas que sendo um "S" servem, outras há que é o "L". Calçado - fora de questão. Calço 38/39. Sapatilhas normalmente 38,5 e se forem adidas 38 2/3. Mas... por exemplo aqueles últimos botins que comprei são o 37. Prevêem o drama? Coisas deste género fazem-me não querer comprar online, porque se tivesse que trocar não me ia deixar satisfeita. E eu gosto mesmo é de experimentar as coisas. Só consigo alinhar se por acaso já tiver experimentado em loja e depois mandar vir online por uma ou outra razão, ou para aproveitar promoções. Até porque já vi muita coisa online que não gostei e em loja gostei muito assim como o contrário. O caso muda de figura se for para comprar produtos que já conheça mais ou menos o que quero e que não faça assim tanta diferença mandar vir online. Ou seja, foi o que me aconteceu.

A minha única compra a aproveitar esta "Black friday", que até por acaso foi ontem, quinta-feira, foi um tablet que já algum tempo queria comprar e sabia +/- o preço e agora aproveitei o desconto. Mas atenção porque sabia o preço dele sem descontos que já o andava a micar e vi que realmente estava a valer a pena.

Mas nestas alturas é preciso olho aberto

Convém é alertar, e eu não sou expert em coisa alguma, que tenham em atenção aos descontos. Muitas vezes, infelizmente para os mais distraídos, as marcas inflacionam o preço de venda anterior para que o desconto seja mais apelativo. Já encontrei uns casos por aí. E isso é só uma maneira de nos comer por lorpas.

Ainda hoje me aconteceu em perfumes. Uma loja que mostrava preço anterior e o de hoje, com preços que não eram os reais praticados antes, pelo menos em perfumes que costumo usar. Mas quem diz perfumes diz outra coisa, que já vi outros exemplos.

Posto isto, espero que tenham feito boas compras e ainda têm o fim-de-semana para aproveitar em muitos sítios!

Boas compras, de olho arregalado!

Compras online.

Estamos cada vez mais direccionados para esse tipo de venda. Hoje em dia, com acesso à internet compras quase o que quer que seja de onde quer que seja. Há quem aprove. Há quem reprove.

Eu não gosto de dizer logo à partida que não, mas sinceramente em muitas categorias torço o nariz. Não sou grande adepta de compras online, a não ser que sejam produtos que eu já conheça. Já tenha visto. Ou que sejam generalizados.

Por exemplo, navegando em redes sociais apercebemos-nos que são como ervas daninhas as páginas de "lojas" de roupa que nascem na internet. Nada contra. Mas é preciso ter olho para a coisa. Isto, já há muito. Agora com tanta oferta, muito mais.

Esta é por exemplo uma categoria que não me chama muito atenção para comprar. Seja pelo tamanhos, seja pelos tecidos. Seja pelo experimentar é outra coisa. Como disse, se já vi o artigo ou conheço minimamente os artigos, a loja, ou o produto até pode ser, se não conheço, não sou muito de me aventurar no "mando vir e logo se vê".

Às vezes gosto de tirar moradas das lojas físicas (quando têm) e quando passo por perto ir espreitar. Vou contar-vos a minha ultima experiência. Andava a ver vestidos de cerimónia e tirei umas moradas para o tlm para passar no Porto. Encontrei uma página que tem roupas giríssimas, não necessariamente de cerimonia. Mas que me fez querer ir conhecer. Página com milhares de gostos, imensas fotografias de um interior de loja giro e roupas bonitas e aparentemente agradáveis à vista - o que online é só disso que se trata, o que nos enche a vista.

No sábado que andava pelo Porto, lembrei-me de ir conhecer a loja.

Ao chegar à rua da mesma, com telemóvel em mão para perceber se estava no sítio certo, apercebi-me que do outro lado da estrada estavam mais umas senhoras à procura de algo de telemóvel na mão.

Eis que, não estava a conseguir dar com a montra de uma loja de roupa (aparentemente todas têm) mas consegui ler num pequeno "letreiro" numa porta o nome. Resolvi entrar numa loja que não era de roupa mas tinha esse nome na porta. As outras mulheres também entraram. Disseram-nos que a loja era no primeiro andar.

Mal entrei na loja comecei a lembrar-me das fotografias da Internet. Nada a ver. N-A-D-A! Não tinham uma loja bonita. Não tinham quase espaço nenhum. E as fotografias da roupa que vi na internet não tinham NADA a ver com o que estava ali exposto. E os vestidos? Bem na internet giríssimos, ali não passam de uns panos cortados completamente tudo amassado como se tivessem andado à bulha na feira de espinho. Com tecidos que não lembra o diabo, transparentes com um forro que nem para isso serve. Com apenas meia dúzia de peças expostas porque percebe-se nitidamente que não é por ali que vendem. Saí dali assim como todas as outras mulheres, rápido e a fazer e conta que não gastei o meu tempo a passar por ali. Ainda me cruzei com um casal à porta de telemóvel na mão para entrar.

Não quero com isto dizer não comprem. Quero com isto dizer é preciso ter consciência. E cuidado.

A minha mãe já diz: "é um engana meninos".

Recusei-me a dizer o que quer que seja. E continuo a ir à loja online como se de um conto de fadas se trata. Imagino quem manda vir aquilo e nem sequer viu a peça. É que até nas ditas "lojas dos chineses" que tanto criticam vi a roupa bem mais passada. Pelo menos.

Pull & Bear, minha querida Pull & Bear

Já aconteceu o mesmo com a Zara e depois perguntam-me porque não sou muito adepta de compras online. Pudera. A ver pelo tão sem sal como se apresenta as colecções eu só mesmo na loja consigo perceber se gosto ou não de uma coisa. Visto pela internet não tem piadinha nenhuma. Passo os catálogos e tudo tão aborrecido, tão sem linhas, tão cansativo... Não faz jus à roupa!

Volto a dizer, Pull & Bear, se precisarem de alguém para umas fotografias para fazer um catálogo, assim numa versão mais bem disposta, o email consta por aí algures e podemos pensar no assunto.

 

 

Comprei ultimamente dois vestidos na Pull & Bear, um deles foi este. Super práticos, adoro o estilo e muito versáteis. Continua a não ter preço ir à loja e pegar nas peças. É a minha opinião.

Compras online!

Se há coisa que procuro muito na internet é calçado e malas. Fazer o quê para estes gostos. Como já aqui referi mais que uma vez, a compra de 2015 mais acertada foram as sapatilhas (ninguém diria) e agora também incluo isso nas minhas pesquisas.

Encontrei recentemente a EscapeShoes, uma plataforma online onde vende calçado (e não só) de marcas bem conhecidas. E é Português!! Óptimo. Facilmente nos apercebemos até pelo comentários que são muito rápidos e eficazes no seu trabalho a satisfazer os clientes e na verdade cada vez mais o que procuramos é uma certa rapidez e satisfação nas compras que fazemos, muito mais quando online. Podemos receber os produtos em um dia útil e para qualquer dúvida até chat online temos. Os portes para compras acima de 50€ são gratuitos.

Na imensa variedade de calçado já me "babei" por alguns modelos entre eles as sapatilhas da Nike Air Max, as sapatilhas Sixtyseven, uns botins que para esta altura são a melhor opção, as Alpargatas Paez às riscas azuis, que além de giríssimas para a primavera que quando tal se aproxima são super práticas. E as Cubanas? Bem é melhor ficarmos por aqui e vão lá espreitar. Não se vão conseguir decidir só por um par. E eu que andava à procura de umas sapatilhas/botas para trail até quase me passavam ao lado - mas também lá encontro da Timberland lindas lindas. Homens abram o olho que por exemplo da Timberland tem calçado muito bom, já tem colecção nova mas ainda encontram boas promoções!

escapeshoes.jpg

e3.jpg

Só o facto de ser Português para mim ganha pontos.

Já conheciam? Gostam das minhas escolhas?

Podem ver mais aqui.

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.