Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Desafio 52 semanas | Semana 52/52

Semana 52: No ano que vem eu quero...

 

Eis que chegou ao fim o desafio feito para o ano de 2016 e que eu, atrasadinha de todo, atrasei quatro meses a acaba-lo. Mas não desisti. Isso é que não. Neste ano, quero:

Ir onde ando a prometer há algum tempo e não vou - Por desculpas, por falta de tempo quando dá, por muitas vezes factores alheios à nossa vontade. Mas há lugares que quero mesmo ir. A ver vamos.

Desintoxicar-me de pessoas que não me acrescentam - Nem sempre estamos rodeados de apenas boas pessoas. Em algumas alturas da vida fechamos os olhos e deixamos andar aquelas pessoas que não atam nem desatam ali por perto mas que no fundo sabemos não interessam a ninguém. Este é o ano que me quero desintoxicar delas. Não me acrescentam e sei que mais dia menos dia têm mais estragos a fazer que coisas boas a dar-me.

Sorrir muito - É sempre um objectivo. É sempre uma meta a cortar. Quero sorrir com vontade. Quero procurar sorrisos, quero dar sorrisos, quero receber sorrisos. Quero muito que este seja um ano positivo.

Ler mais. Viajar mais. Conhecer mais. Quero aproveitar o tempo, deixar de desculpas. Baixar a guarda. Quero viver os meus. Continuar com trabalho. Quero muito dar mais atenção à minha inspiração e escrever mais.

Apesar de ter arrastado demais o desafio gostei de o fazer. Podem ver todo o desafio no link a seguir.

#52semanas

Constatação *135*

É nestas alturas que me arrependo de quando tive que fazer uma mala de inverno ter argumentado "custa tanto fazer uma mala de inverno".

Sim, porque fazer uma mala neste clima que nem é uma coisa nem é outra é que me deixa completamente à nora. Não sei se leve calçado fechado se aberto. Se leve biquíni ou impermeável. Se é t-shirt ou manga comprida. Se uma casaca/jaqueta serve ou se vou apanhar noites em que a mantinha vai saber bem. Depois vais para um destino que é por norma mais quente que o nosso mas que te avisam que o tempo não tem estado assim tão quente mas de repente dá para ir à praia. Que por exemplo a noite passada deu porrada de trovoada e chove há três dias. Yap ajuda bué!

S. Valentim

No sábado à noite o destino foi Matosinhos. Procurou-se um restaurante que alguém já tinha ido e tinha adorado.  Tínhamos um amigo de quatro patas por isso o jantar teve que ser cá fora. Estava uma noite boa e não se sentiu frio. Não tenho fotografias. Pasmem-se o jantar estava divinal. Mesmo sem fotografias não podia deixar de recomendar. Comeu-se um arroz de marisco que estava simplesmente maravilhoso. Sabor óptimo. Bom marisco. Fresco e bem cozinhado. Muito bem servido. Pessoal simpático. Fica a dica.

S.Valentim em Matosinhos.

Faceweek*

Aqui fica um dos looks que mais gostei de usar na semana passada:

 [ Vestido - Pull and Bear / Sapatilhas - Adidas Stan Smith rosa]

Outros looks usados:

IMG_20170426_133850.jpg

 

Uma "escapadinha" à #MariaTexuga depois de encontrar em casa uma massa folhada e uma alheira. Juntando os dois no forno ficou uma maravilha de se comer (em alguns folhados se gostarem ponham uma tira de queijo).

Foi uma semana de médicos. Consultas. Exames e análises. Tempos de espera mais ou menos controlados, mas sempre aquela ansiedade. Valeu o passear na melhor cidade.

IMG_20170426_134143.jpg

Continuo a tentar ser activa nas caminhadas, mas ao fim-de-semana e à sexta raramente consigo ir caminhar. Este foi o melhor resultado da semana passada:

 Tivemos um dia na semana com um clima tropical. Uma trovoada forte e seca. Até a casa tremeu.  Sim claro e eu!!

IMG_20170419_223705_372.jpg

Esta foi a manicure usada da semana. Verniz Flormar P121 (rosa velho):

Podem sempre acompanhar todas as novidades pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

Maria, fala lá de futebol que essa tua tiróide não aguenta.

Já há muito que tento não ficar com as coisas engasgadas cá dentro porque este problema da tiróide sofre. E não estou cá para sofrer. Vai na volta o que tenho a dizer digo. Mas e do futebol que não tenho falado? Do futebol que não tenho discutido? Do futebol que tanto nervo me tem dado?

Só Deus sabe e os meus amigos também como sofro com um jogo do [meu] FCP

Fica tudo ali durante o jogo. Ontem no fim do jogo quem olhasse para mim não via, mas por dentro estava como o Felipe aquando o fim do jogo, ou mesmo como o Danilo a escorrer sangue. Senti que eles deram quase tudo dentro do campo, assim como eu, fora. Gritei, zanguei-me, disse milhentos palavrões. Sentei-me, levantei-me. Virei a cara e tentei roer unhas. Bati demasiadas vezes com a mão na perna porque a mesa não estava ao alcance. Desejei não ter jantado antes e pedi um chá no final. Aquilo para quem gosta de futebol enerva mesmo. Eu não posso. A tiróide não gosta e convenhamos o raio do herpes está sempre há espera de uma desculpa esfarrapada para voltar a aparecer. Grande merd@.

Que jogo nhec. Primeiro resmunguei porque achei que não estavam a jogar para ganhar e não estavam. Primeiro achei que aquilo estava a engonhar demais e engonhou. Primeiro os meus olhos enevoaram ao pensar que não íamos aproveitar o que havia para aproveitar. Rais parta que não aproveitamos mesmo! Depois achei que a estrelinha não estava lá, em vez disso estava um Vaná com o diabo a quatro que defendia bolas como eu como gelados.

Não me quero resumir a falar de arbitragens, porque isso resumia(-me) este campeonato. Mas o Porto ontem poderia ter feito mais, a estrelinha também se finta. Tem que se fintar. Em noventa minutos há muita finta para se fazer, em vez de se lamentar a falta que um Brahimi ou um Corona nos possa estar a fazer. E a entrada do Rui Pedro só comprovou que há sangue azul para se aproveitar.

E embora não possamos também nós Porto, "dar tudo" como referiu o Vítor Bruno do Feirense que deu (oh se deu), visto que até as nossas palavras valem mais (expulsões/castigos) que a agressividade física em campo, temos que tentar dar sempre o melhor futebol que temos para dar. Sem medo. E com vontade.

Sou Porto. Continuo a ser. Serei sempre. De corpo, coração, alma e vontade. Vontade de rasgar a toalha antes mesmo de a deitar ao chão...

Caixa de óculos.

É todo um novo mundo para mim. Quer dizer, eu já devia usava óculos há muito. Destes de "descanso" que é como quem diz, para o trabalho, visto que uso demasiado o pc. E usei durante uns anos mas depois já quase não via nada com os óculos, que via melhor mesmo sem eles. E o tempo de os ir "reciclar" demorou a chegar. Entretanto andei anos a adiar o que já devia ter feito há muito. Agora é usar o mais possível. Agora é com lente específica para reduzir a luminosidade o que me tem ajudado bastante com as enxaquecas. Sim, reduziram em massa as dores de cabeça devido ao cansaço dos olhos. E pronto, toma lá óculos outra vez. Novos. Grandes. Lente limpinha. Sim, uma pessoa nunca consegue ter as lentes tão limpas como quando sai do oftalmologista, certo?

E quase como uma dúvida existencial, é só de mim ou, além de nunca conseguir com que as lentes fiquem limpinhas como quando vou ao oftalmologista, como no momento a seguir a as ter limpo já estão sujas e daí até ter vontade de as limpar novamente vai um espaço de tempo de mãos dadas com o esperaaíquejánãovejonadinha.

E ir espreitar à janela e bater com eles no vidro?

E ir coçar o olho e bater nas lentes?

Típico... e estúpido. Quase tão estúpido como ter comprado uns óculos e a Max & Co achar por bem que a caixa deles podia ser daquelas mais maneáveis. É que para andar na mala de uma mulher era coisa para durar muito tempo.

Desafio 52 semanas | Semana 51/52

Semana 51: Coisas que me marcaram este ano...

 

Como o desafio foi feito para o ano de 2016 e eu é que ando atrasadinha de todo, vou referir-me a ele. O que me marcou mais de 2016:

Nascer a minha primeira afilhada - Quem me conhece sabe o orgulho que tenho. Não tenho filhos. O me sobrinho e as sobrinhas emprestadas fazem parte dos meus. Ter uma afilhada é algo muito especial.

Conseguir juntar a família no Natal - Isto foi talvez o que mais me marcou no ano passado. A família é-me tudo. Os meus comigo em dias importantes é reconfortante. Natal é família. E há muito que não nos conseguíamos juntar. Foi surpresa. Foi ainda mais especial. Tão bom.

Miss Evolução - Um ano de exercício físico. Foi um ano com treinos certos e poucas falhas. Foi um ano a provar a mim mesma que quando queremos conseguimos. Não estou a conseguir seguir com a "evolução" devido a factores que dão outro post mas foi algo muito positivo no ano passado.

9 anos na empresa - Sim, já fiz os dez anos de empresa este ano, mas cada ano é importante. Trabalho é preciso e conseguir manter este é um orgulho. Para mim, para os meus, para a empresa.

Campeões Europeus - Acho que, para quem gosta de futebol mais ainda, mas acredito que tenha marcado cada português que tenha visto a elevação do nome Portugal levado por uns jovens nos quais poucos acreditavam. Fica para a história.

#52semanas

Pág. 1/3

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.