Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Maria na Cozinha!

Já aqui tinha comentado gosto muito de tarte de maçã. E antigamente fazia muitas vezes uma em que as medidas já eram a olho. De tanto que deixei de fazer e depois esqueci-me do que era.

Entretanto um dia destes, no instagram vi uma fotografia de uma bem apetitosa e pedi a receita. Hoje, que tinha lá uma massa folhada para dar usar, peguei na receita que me tinham dado a apenas acrescentei vinho do porto, porque achei que combinava.

Tenho a dizer que ficou uma delícia.

Do deitar a toalha ao chão.

 

26..jpg

Um dia destes, enquanto via uma reportagem na televisão, alguém disse algo do género "qualquer pessoa que esteja mais ou menos de bem com a vida tem o seu momento de querer deitar a toalha ao chão, nem que seja um só". Aquilo bateu cá dentro e quando digo isto, digo que senti aquelas palavras. Concordo em absoluto e acho que esses momentos não são totalmente negativos. Têm que ser encarados como pontos essenciais para se perceber o que está bem ou não. Eu, sendo uma pessoa super positiva, que me acho, vem um dia em que apetece deitar a toalha ao chão e deito... choro tudo o que tenho a chorar, penso no que não dá, não vale a pena, no que poderá acontecer de mau, ou de bom. Bato o pé, rodo a baiana, resmungo comigo mesma. No que posso falhar, no erro que cometi ou que posso estar prestes a cometer. Choro tudo, desabafo tudo, deito tudo o que há a deitar para fora. No fim, o importante é apanhar a toalha, enxaguar as lágrimas, respirar fundo e por a toalha para lavar. Não é fazer de nós pessoas de menos, sensíveis, desprotegidas, falhadas. É fazer de nós seres humanos. Pessoas que querem mais, que acreditam, que tentam, que vivem, sobrevivem e aguentam. Pessoas que vão na fé. Pessoas que chegam com a mão ao chão com o intuito de a impulsionar para se levantar o mais rápido quanto possível.

Desafio 52 semanas | Semana 47/52

Semana 47: Quando eu estou apaixonada…

 

Escrevo - Escrevo muito. A inspiração surge de repente porque ando inspirada. É fácil andar inspirada se estiver apaixonada. É uma das formas que me é mais fácil de exteriorizar o que vai lá dentro. Sou muito pouco de falar. Sou muito mais de escrever.

Rio ainda mais - Eu por norma já costumo ser uma pessoa bem disposta, mas quando estou apaixonada sorrio ainda mais. Assim do nada lembro-me e sorrio. É ve-la assim. 

Deixo de conseguir "brincar" com o olhar - Se há coisa que mexe comigo é o olhar. Quando algo me desperta o meu olhar procura. E se do outro lado encontra um olhar vazio acaba ali o que quer que seja, caso haja ali alguma química no olhar a coisa vai ficando. Se estiver apaixonada, cada vez mais vou conseguindo menos fixar o olhar, acho que é o jeito envergonhada a dar sinais.

Baixo a barreira - Sou uma pessoa que muitas vezes demonstra à primeira vez ser fria, confesso que crio barreiras que não sou muito dada do nada. Mas quando me conquistam têm de mim aquilo que muitos nunca chegam a conhecer, porque entram no meu mundo. Acreditem não é fácil.

Acredito - Até todas as provas em contrário acredito. Tenho fé. Vou até onde achar que há limites para ir.

#52semanas

"Um Portista só abaixa a cabeça para beijar o símbolo"

 

Só Deus sabe e os meus amigos também como sofro com um jogo do [meu] FCP

E eu gosto sempre de tentar ser justa quando falo do que quer que seja que se passa dentro das quatro linhas até porque o futebol é muito bonito, mexe com muitas emoções e nem sempre é fácil ver com olhos de ver e não com olhos de coração. Se é que me entendem. Ontem era mais um jogo importante na liga dos Campeões. Um jogo difícil como são todos. Até porque a bola é redonda, os jogadores são humanos e as equipas de arbitragem também. Sim o treinador também o é. E nós, adeptos, treinadores de bancada e jogadores melhores que os que lá estão também (#soquenão). O momento chave do jogo e que mudou toda uma estratégia foi sem duvida a expulsão do Telles. E pouco há a dizer sobre isso. Pelo que entendo foi bem expulso. Permitam-me, o primeiro amarelo que levou poderia ter sido vermelho, a entrada não é bonita, é desnecessária e a ser mesmo concretizada poderia ter prejudicado bem o adversário. Foi amarelo. Ponto. Siga. Passado dois minutos tem a outra entrada e outro amarelo, logo expulso. Deveria ter agido com cabeça. A segunda entrada não é assim tão escandalosa como a primeira, mas para quem já tem um amarelo acabado de levar tinha que ter calma. Não o condeno pela derrota, mas foi uma falha que aconteceu em segundos desses que não se percebem em qualquer momento da vida. Aqueles segundos em que nos pára o cérebro estão a ver? Quem nunca?! E acredito que ninguém mais do que o Telles tenha ido para o balneário com a maior frustração pelo erro cometido. Só a cara dele  à saída do campo e a cara do André Silva ao ser substituído. Não sei se foi a melhor opção. Estávamos num jogo numa competição nova para Soares, numa situação de reestruturação de táctica e que precisava de experiência. A meu ver. André Silva (que também não tem assim tanta experiência mas mais que Soares) poderia ser melhor nas saídas e nas bolas altas, se bem que aquele sangue à Porto poderia intervir e aquecer quando ali, começava uma prova de manter a calma. Mas acho que faltou a Soares cabeça em alguns lances. Insegurança talvez. Não tirando o mérito ao adversário que esteve sempre numa posição atacante e a fazer a devida pressão. Mas muito aguentaram os jogadores do Porto até ao primeiro golo. Em inferioridade numérica ainda conseguiram travar muitos ataques e conseguiram sair com a bola. O desgaste foi o que se viu. O primeiro golo em mais um momento de pouco sorte para o porto com a infelicidade da bola tocar em Layún e ficar a jeito para o remate certeiro. O segundo golo poderia ter sido evitado, mas quiseram arriscar logo após sofrer o golo e subir para atacar e o segundo golo matou o jogo.

Não tenho muito a dizer aos jogadores, porque concordo com o que Felipe disse, fizeram o que puderam enquanto equipa em inferioridade numérica desde os vinte e poucos minutos. Do árbitro? falar de arbitragens conta para quê? Sim acredito que a meu ver houve alguns erros de arbitragem. Não falo da expulsão como já disse antes. Mas acho que em lances contra o Porto não havia dúvida nenhuma em apitar já contra a Juventus... não consigo perceber como Higuaín acabou o jogo sem um único amarelo. E o lance do Lichtsteiner pela entrada dura ao Herrera? Cuadrado não ficou com marcas nem o Lichtsteiner pela entrada do Telles mas já o Herrera... e convenhamos ele já não tem um pé bonito para ainda precisar daquela brutalidade toda e acabar o jogo e levar 17 pontos.

Adiante. O futebol também tem partes menos bonitas. Mas não devia.

Bonito foi o abraço de Casillas e Buffon. E a troca de camisolas. Que dois gigantes. Que imagem bonita de se ver.

Para o próximo mês há mais, e como diz o Alex Telles que aprendeu no Porto e eu também, "um Portista só abaixa a cabeça para beijar o símbolo".

 

É difícil, mas nada está perdido.

Siga [meu] Porto

F.C. Porto 0 x 2 Juventus (1ª Mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões)

Faceweek*

Um dos looks que andei na semana passada que mais gostei.

O vestido é da Primark e sempre que o vesti acho que foi um achado. É muito giro e assenta muito bem. Lembro-me que na altura que o comprei no ano passado havia também em bordeaux e arrependi-me de não ter trazido os dois. No entanto o preto é fácil de conjugar com muita coisa, e eu gosto muito de o usar com sapatilhas. Tem um pormenor engraçado que não é visível nas fotografias de um tecido que se sobrepõe na parte superior até à zona da cintura.

faceweek

Mais alguns looks usados. Aqui também se pode ver um look com vestido preto mas não é o mesmo da primeira fotografia. E pelo que constato só um dia andei de calças. Na verdade gosto muito de usar vestidos e com o tempo melhor também mais apetece. A última fotografia foi do dia dos namorados com pormenores giríssimos do relógio da One, da pulseira da Chrysalis e do anel da Swarovski. E as unhas com o verniz da Golden Rose 32 que adoro.

faceweek

Eu a devorar corações no dia deles. Os chocolates vieram da Suiça oferecidos aqui no trabalho e a única coisa a dizer é "venham mais". O colar da fotografia foi-me oferecido a fazer conjunto com uns brincos no meu aniversário pela minha afilhada. As últimas duas fotografias foi o acordar a o "adormecer" no melhor lugar do mundo.

 

Mais pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

Today's Details!

one swarovski

 

Lembram-se da minha saga com o relógio da One? Pois que continua. Aqui está um, novinho em folha que me chegou às mãos há poucos dias. A ver vamos se este se porta bem e se não vai também ele recambiado. É que já estou um bocadinho farta. A sorte é que gosto dele "pra tutu" como diria alguém.

Isso e a pulseira da Swarovski. É ou não é linda?

Sobre o jogo de FCP e o melhor que li por aí.

"Não podemos fazer um jogo "à benfica" que ficam logo todos nervosos..."

Depois de até eles gozarem com o seu próprio "colinho" ontem gerou-se uma manifestação qualquer por aí que não se percebe.

Sabem aquela do "pimenta no cu dos outros para mim é refresco"? É isso.

É preciso é ter calma que isto é apenas futebol!

Desafio 52 semanas | Semana 46/52

Semana 46: Parece que todos sabem _______________, menos eu.

 

Maquilhagem - Acho-me um ser raro porque não sei nada sobre ou muito pouco maquilhagem. Darem-me um estojo de maquilhagem continua a ser igual a darem um estojo de marcadores ou aguarelas a uma criança, um autêntico desastre. Não sei para que serve imensa coisa que falam, não sei como se aplica outro tanto nem para o que serve as milhentas coisas sobre maquilhagem. E gabo, gabo quem tem paciência para o fazer. Eu acho que a única vez que fui a um profissional para mo fazerem foi quase obrigada. E sinto que pelo menos todas as mulheres sabem menos eu.

Cozinhar - Sou um desastre na cozinha. A todos os níveis. Até para comer. Desaparece tudo. Manter aquele frigorífico fechado é um desafio. Mas na base do cozinhar sou literalmente um zero à esquerda. Não tenho paixão, nem entusiasmo. Fazer o quê. É isto. Mas babo-me por alguém que cozinha bem. E gostava muito de o saber fazer. Em bem.

Mergulhar - Eu apanhei medo da água num incidente em pequena numa piscina pública, que por acaso foi a mergulhar. Hoje em dia já cada vez mais tento ir para a água e desligar-me do medo. No entanto mergulhar é um bicho de sete cabeças. Parece a coisa mais fácil do mundo para todos menos para mim.

Política - É das coisas que menos gosto. pelo que move. Pelo que demonstra das pessoas. E eu admito que tudo o que liga a política eu sou um bocado um zero à esquerda.

As cusquices da terrinha - Tenho sempre a sensação de ser a ultima a ser das novidades. Das bombas que quando me apercebo já deixou muita gente com mazelas. Não sei se é por não ter muito tempo cá, por não passar a vida nas padarias, cafés, cabeleireiras e supermercados, mas na verdade, quando venho a saber das coisas "já eram" para todos.

#52semanas

E desse lado, há alguma coisa que acham que todos sabem menos vocês?

Boa noite!

 

Porque junta-se a música, a letra. Os passos, a dança.

Tudo encaixa, já estou a ver isto no zumba.

Quero. Quero mesmo.

(só falta conseguir curvar tudo como no vídeo)

Pág. 1/3

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.