Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Janeiro o meu mês!

[ Foste-me imensamente bom.mês meu.meu mês.carregado de boas energias.de desafios de ano novo.de amizades e sorrisos.foste-me aquilo que sempre espero de ti.porque te gosto.és o meu mês.carregaste-me de sentimentos bons.trouxeste-me aqueles que gosto.que gostam de mim.e eu sou feliz.e agradeço por isso.agradeço a quem ao meu lado está.vieram-me estes 33.agarro-os com força, esperança.quero muito que o amanhã dê certo.quero muito mais viver o hoje.quero muito querer-me.deste-me as forças que precisei.um mês de não dar um passo atrás.de decisões. de segurar lágrimas.de não desistir.de não deixar de acreditar.Janeiro meu mês.mês meu.como te gosto.este começo. este novo livro cheio de páginas por rabiscar. mês meu como te gosto. ]

[ Janeiro é o meu mês.e foste-me imensamente bom ♥ ]

Dica doce!

chocolate menta lidl.jpg

Para quem tal como eu é uma apaixonada por After Eight fica a dica que, na minha opinião, o Lidl tem uma "versão low cost" a imitar os mesmos que são também eles uma delícia. Palavra de #MariaTexuga que experimentou a coisa e gostou.

♥ Swarovski

swarovski.jpg

Já há muito que babava por uma das pulseiras da Swarovski e já aqui tinha falado. Gostava de algumas cores, mas da cinzenta em particular. Tive a sorte de receber como presente no meu aniversário. E é muito mais gira ao vivo e no pulso fica lindíssima. Assim como já há muito que queria a aliança, que é super fina, discreta e elegante. Adoro.

Para minha surpresa, como presente de aniversário e sendo eu uma "Be Swarovski", a Swarovski ofereceu-me os brincos. Escusado dizer o quanto fiquei contente.

Obrigada!

Faceweek*

faceweek1.jpg

Tem estado muito frio, é certo. Mas o solzinho tem ajudado. Agora que voltou a chuva não lhe acho tanta piada. Já aqui disse mil vezes frio, a chuva e nevoeiro. Aqui no Norte as temperaturas continuam de bradar aos céus e eu cá sei onde estava bem! Ficam alguns looks. Entre camisolas de gola alta, capas, kispos, pêlo, gorros... tudo o que dá para ajudar a não ter tanto frio. A pulseira oferecida que aqui falei. O telemóvel que resolvi oferecer a mim mesma como prenda de aniversário. A temperatura mais baixa que apanhei esta semana, -1ºC. E uma prenda que me foi oferecida nos anos da Swarovski. Depois amostro o que vinha lá dentro.

faceweek2.jpg

Aqui ficam umas fotografias do meu dia. O dia lindo que estava pela janela mas bem frio. Um bom vinho a acompanhar o almoço de aniversário junto com a minha família e amigos. O bolo que estava delicioso e que toda a gente gabou. E o meu look do dia. De notar o sorriso.

Mais pelo Facebook. Ou pelo Instagram - @sorrisoincognito

33!

Pela primeira vez em alguns anos não fiz a jantarada com os meus amigos para comemorar mais um aniversário. Começou por ser uma semana bem complicada, a sair do trabalho tarde cheia de problemas que não conseguia deixar dentro de portas e a chegar a casa e a aterrar. Pensar em algo em cima do joelho e tentar conciliar com todos, agora que há crianças e horários de trabalho completamente diferentes fez-me ficar sem marcar. Com muita pena porque é uma maneira de nos juntar todos, os amigos da velha guarda. Mas espero não faltar ocasiões.

Fui jantar com a minha melhor amiga que veio ao Norte. No restaurante reservado que adoramos, para comer bem e beber melhor. Não podia ter começado tudo da melhor maneira, até porque depois do óptimo jantar fomos tomar café, ao chegar já depois da meia noite, tive a surpresa de ter amigos há espera sem contar, com direito a mini bolo e a cantarem os Parabéns. Lamechas que sou, foi logo aí que fiquei com ciscos nos olhos e o coração acelerado.

No Domingo tive comigo a família e os amigos que são família. As minhas sobrinhas de coração e a minha afilhada. No domingo desliguei do mundo "cá fora". O tempo era para ser aproveitado com quem amo, com quem me acrescenta. Incluindo ouvir cantarem-me os Parabéns a milhas de distância.

Foi uma tarde super animada. A minha casa foi a casa deles (como eu gosto disto) e prolongou-se até à noite. Os meus são os deles, assim como os deles são os meus. Os bons amigos são assim certo?

Tão só por isso, ainda não consegui ler todas as mensagens que recebi, não consegui responder ainda a todos mas chego lá, até porque gosto de individualmente agradecer aquilo que cada um escreveu. Na maioria das palavras falam-me do continuar a sorrir. E isso ainda me ajuda a sorrir mais. O meu sorriso é evidente.

Gosto quando me surpreendem, principalmente nestes dias que nos são especiais. Sabe-se quem está. Quem está como se não estivesse. E quem não sai. É realmente bom não alimentar "e se's"...

À minha família. Aos meus pais que são só os melhores do mundo não sei como lhes agradecer. À melhor mãe do mundo por ser a pessoa encantadora que é para toda a gente. A melhor cozinheira e aquela que os meus amigos abraçam por ela ser sempre a mesma. Tenho-lhes um orgulho maior.

Eu não preciso de ter uma casa grande, preciso é de encher a pequena casa que tenho de amor. Isso está lá.

No meio disto tudo e fotografias? Pois... acontece vezes sem conta, quando o momento é bom as fotografias ficam para segundo plano e depois... já era!

sorrir.jpg

Depois os deste cantinho que me fazem tantas vezes companhia.

Agradeço de coração a todos pelas mensagens, tanto no blog, como email facebook e instagram. É por essas palavras e outras que também faz isto valer a pena!

Cá beijinho, abraços e sorrisos, na continuação do lema de sempre... que se for para ter rugas que seja de tanto sorrir!

Happy Birthday ♥

22. aniversário.jpg

TO ME

Os 30, ali no ponto (dizem!),já passaram. O trinte e um em que me meti também já. Os 32 acho que nem dei conta. Agora é sempre a subir e a superar (o "no ponto") eu espero. Que este seja um bom ano e que venham muitos mais que eu cá (espero e) aguento!

Gosto de fazer anos. Gosto de comemorar estar aqui. Eles passam? Sim. Eu vivo! :)

De coração cheio e com muitos sorrisos!

:) :) :)

Aos quase 33!

Gosto de pessoas bem dispostas, cada vez mais e só. Não gosto de pessoas sisudas. Gosto de pessoas de sorrisos. Não gosto de pessoas negativas. Continuo a gostar muito de Licor Beirão, de After Eight e do [meu] F.C. Porto. Não gosto de distâncias. Cada vez suporto menos a saudade. Gosto de pessoas que assumem falhar. Pessoas que ao magoarem, assumem o que fazem. Continuo a gostar de pessoas que me conhecem às dez da manhã, cinco da tarde e onze da noite. Aqui e acolá. Sozinhas ou acompanhadas. Gosto (muito) de dançar. Amo os meus. Gosto dos meus Amigos. Muito. Cada vez irrito-me mais com pessoas mal educadas, mal intencionadas. Não tenho paciência. Não "papo grupos". Gosto de pessoas que se dão, que se importam, que fazem por estar. Gosto de noitadas caseiras com os amigos. Gosto mais de sapatilhas que em todos os "vintes". Os 30 já foram e continuo a gostar muito do meu cabelo comprido. Gosto cada vez mais de massa fusilli e começo a ter saudades das minhas aulas de fitness. Babo-me com o sorriso do meu sobrinho, amo-o de coração. Gosto do pôr-do-sol. Da cidade do Porto. Gosto das minhas sobrinhas emprestadas. Da minha afilhada. Não gosto da falta de trabalho. Gosto de sentir a Madeira e tenho-lhe imensas saudades. Não gosto de me inspirar quando o meu estado de alma não é dos melhores, mas continuo a admitir que é quando saem os melhores textos. Gosto das minhas melhores amizades. Gosto do frio na barriga das alturas. Gosto de ir ao cinema. Continuo a gostar de rapar a massa de bolos. Continuo a não conseguir comprar uma pizza congelada para uma refeição rápida sem lhe acrescentar algum ingrediente que tenha em casa. Não gosto de conduzir em dias de chuva. Gosto de jantaradas. De boas conversas. De gargalhadas. Gosto de gomas. Não gosto de pessoas que falam muito dos outros. Que julgam apenas pelo que ouvem. Gosto do meu blog. De escrever. Muito! De pessoas que me trouxe. Desta partilha. Não gosto que se achem superiores. Não gosto de quem brinca com os sentimentos dos outros. Não gosto de pessoas mal amadas. Continuo a não gostar de nabos e repolho e grelos e…quase tudo o que é verde. Gosto de pessoas felizes. Pessoas felizes não se metem na vida dos outros. Gosto de caipi black. Não gosto de andar sozinha. Gosto de pessoas que não são impostas. Quando não dou resposta a alguém não vale a pena insistir. Gosto muito do verão mas também gosto das folhas caídas no chão e das cores do Outono. Não gosto do frio. Mas mil vezes frio a chuva e nevoeiro. Gosto de pessoas que trouxe para a minha família mas não gosto de todos que são da minha família. Gosto quando as pessoas usam comigo a expressão "tão eu". Gosto de lareiras e um copo de vinho tinto maduro. Continuo a não gostar de whisky. Gosto de vestidos e saltos altos, de malas e anéis. Gosto do calor. Da minha pele no verão. De unhas pintadas. Não gosto de dentistas. Gosto de cães. Continuo a ter trauma por gatos. Gosto daquele [meu] lugar à beira rio plantado. Gosto de bolo do caco e poncha regional sem gelo. Gosto de camisas brancas e vestidos pretos. Não gosto de despedidas. Não gosto de limonada. Gosto de futebol, de gelados no inverno e de beijos na boca. Gosto de fotografias a preto e branco. Não gosto de ir ao cabeleireiro. Gosto de dar sangue. Gosto de Morenos. Gosto das amigas que me ligam às duas da manhã para dizer que conheceram “O” e me fazerem rir de sono à gargalhada. Gosto de comer. Não estou por estar. Não vou por ir. Gosto de pessoas de opinião própria. De pessoas que se conseguem rir delas próprias. Gostar mesmo, gosto de pessoas que se dão num todo para muito tempo. Inteiras. Deixei de fazer fretes. De acreditar em quem já desiludiu. De correr atrás de quem não anda para a frente. Gosto de abraços sentidos. Cada vez mais, mesmo sendo eles, cada vez menos.

Sobre o dia de hoje nos EUA

Eu não sou de falar de política e sinceramente é um assunto que pouco me dá prazer abordar. No entanto, fui uma "apaixonada" pelo "Yes We Can". Pelo presidente Barack Obama que como já aqui disse marcou um acontecimento histórico ao ser o primeiro presidente negro afro-americano da história dos EUA. E estariam longe de imaginar que seria ele, talvez o único, a sair dali com mais gente a dizer "vamos sentir a sua falta" sendo o presidente sem escândalos, sem escândalos pessoais. Com discursos muito humanos. Com diversas partilhas mais pessoais do seu dia a dia e da sua família, mostrando que não passavam de uma família normal a viver na Casa Branca. Vamos sentir falta dos videos engraçados das suas peripécias. Michelle foi uma primeira Dama que conquistou também ela um lugar na história. Por bem.

 

Continuo a ver este vídeo e a ficar com ciscos nos olhos. É o que ele sempre demonstrou ser. É o que deixa saudades.

Hoje, no dia em que Donald Trump toma posse como presidente dos EUA há muita ironia no ar. Há muita rezinha em querer acreditar que ele possa ser um presidente como todos os outros e depois de ganhar não fazer nada do prometido. Há medo, medo por tudo aquilo que ele demonstrou ser, ser apenas uma amostra daquilo que ele realmente é.

Good luck America, Good luck World!

É preciso lembrar-nos a coragem que temos.

Esta passagem de ano foi diferente.

Passei a passagem de ano em casa, com os meus, após muitos anos voltamos a estar todos juntos. Não faria sentido viver aquela noite de outra maneira. Eu queria mesmo era aproveitar estar ali com eles. Fosse o "ali" onde quer que fosse, mas verdade seja dita, nada melhor que na nossa casa.

Era meia noite, depois da contagem decrescente já com as passas na mão e com o intuito de subir à cadeira, como gosto de fazer, eis que surgiram os foguetes, e entre os abraços e os beijos, a corrida até à porta fez-se. Estava adoentada, não fui para a varanda, fiquei ali mais na zona de dentro da porta, e enquanto se via as cores no céu, eu ali perdida a pedir os meus desejos enquanto comia as passas com os meus mais importantes no filtro dos olhos apenas senti uma coisa, uma força, grande, de querer que este ano me seja mais. Fechei os olhos e senti que era aquele amor que quero manter e trazer o que me acrescenta. Chega de oportunidades falhadas e pensar que sempre pode dar certo. Chega de querer saber se todo o mundo está bem. Desde aí consegui ter a força de me desligar mesmo de quem eu precisava.

Apenas é preciso de quando em vez, lembrar daquele preciso momento em que a força chegou e do filtro dos meus olhos. É passar a informação ao coração. Só para a força se manter. Está a ser diferente. Pela primeira vez, quero muito isto. Por mim. Que não nos falte força e coragem para lutar sempre pelo nosso amor próprio acima de tudo. E volta e meia lembro dessa coragem. Às vezes só porque sim, outras tantas porque preciso.

Em dia Internacional do Riso

Rir

 

As conversas com a minha melhor amiga quando saímos apenas as duas e falamos de tudo e mais alguma coisa. As gargalhadas dos bebés. As minhas próprias peripécias. A distracção do boss. Aquela história contada pela pessoa certa e com jeito para a contar. Gente parva. A gargalhada do meu irmão. O sotaque de certas pessoas. O meu sobrinho. Os "malhos". As conversas "ups" da minha mãe. Os meus...

O que é que vos faz rir à gargalhada?

Pág. 1/3

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.