Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SorrisoIncógnito

Todo o sorriso é apaixonante devido ao incógnito que o ofusca! SORRIR_um estado de espírito...

Apercebe-te a tempo que o Mundo não gira só à volta do teu umbigo.

Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei

Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.

Bertold Brecht

*** Love ***

quase te sinto o cheiro. Já quase te sinto a pele macia e o toque. Já quase te sinto o sorriso e o encanto dos teus olhos. Já quase te ouço. Já quase te sinto os lábios a delinear a minha boca. Já quase sinto a tua mão à procura da minha. Já quase me rio de te ouvir rir. Já quase me perco apaixonada a olhar para ti. Já quase sinto o teu calor no meu corpo. Já quase consigo com o meu dedo desenhar o teu rosto perfeito. Já quase consigo tirar-te o gel do cabelo enquanto já quase te sinto encostar a cabeça no meu colo. Já quase me calo só para te ouvir. Já quase sinto o nosso silêncio de troca de olhares. Já quase me vejo em ti. Já quase sinto aquela sensação cá dentro quando dizes que estás a chegar.

quase esqueço o que é saudade e já quase perco a noção da distância.

quase… mas só mais um pouco para que o quase já não exista.

Os cães grandes do nosso país.

A verdade é aquela que muitas vezes custa a falar, por represálias talvez, por medos, por não quererem ser apontados. A verdade é que estamos num país que não dá barreiras aos ditos grandes. Às grandes empresas, aos grandes senhores ricos e detentores de impérios que amedrontam e controlam o governo e todo o sector que pudesse ser considerado de justiça. Estamos num país de ricos cada vez mais ricos e de pobres cada vez mais pobres, na miséria. Estamos num país que uns discutem os milhares que gastam em férias, em festas, no mimar futilidades dos filhos, nos automóveis luxuosos e topos de gama e outros discutem o trocar o leite dos filhos para pagar a luz, o contar os trocos para os bens essenciais. O pedir ajuda com as sobras de restaurantes, discutem o não ter dinheiro para comer, o não ter dinheiro para pagar as despesas básicas na sustentação de uma casa. Vivemos num país que quem fala muitas vezes não dá a cara. Por cobardia? Talvez... mas lembrem-se que os grandes sempre saem impunes e nós pequenos seremos sempre o engodo para o anzol na pesca de angariação das fortunas.

Vejam o vídeo de alguém que fala sem papas na língua daqueles que mandam no nosso país, que põe o dedo na ferida. Por José Gomes Ferreira:


Eu sinto-me assim, feita de pedaços.

Às vezes não é fácil entender mas tem que se entender. É preciso saber diferenciar, o gostar do ter gostado. As relações acabam mas não é por isso que as pessoas esquecem as outras. Eu não quero rigorosamente nada, nem sinto, com nenhum dos meus ex namorados, no entanto marcaram a minha vida, mesmo que a relação tenha acabado há, um mais que outro, que a marcou para todo o sempre e não se vai lá atrás e apaga-se. As pessoas têm que ser instruídas. Não é ligar ao/à ex como se fossem os melhores amigos, não, longe disso, mas serem meros desconhecidos também não é por aí.

Filme do fim-de-semana!

Se é verdade que nos primeiros minutos ainda passei pelas brasas, de repente me apercebi que é um filme interessante baseado em factos reais.

 

"A 4 de Novembro de 1979, quando a revolução iraniana atinge o seu ponto de ebulição, militantes invadem a Embaixada dos Estados Unidos da América no Teerão e fazem reféns 52 Americanos. Mas, no meio do caos, seis Americanos conseguem escapar e encontrar refúgio na casa do Embaixador Canadiano. Sabendo que é só uma questão de tempo até os seis serem encontrados e provavelmente mortos, um especialista da CIA chamado Tony Mendez surge com um plano arriscado para fazê-los sair do país em segurança. Um plano tão incrível, digno de um filme."

Pág. 1/4

SorrisoIncógnito

É proibida a reprodução parcial/total de textos deste blog, sem a indicação expressa da autoria e proveniência! Todas as imagens aqui visualizadas são retiradas da internet, com a excepção das minhas as quais identifico. Do mesmo modo, este blog respeita os direitos de autor,mas em caso de violação dos mesmos, agradeço ser notificada.